Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

CAMPEONATO BRASILEIRO

Lucas marca no fim e salva São Paulo do empate

28 MAI 2011Por TERRA22h:03

Em jogo de baixo nível técnico, coube ao garoto Lucas salvar o São Paulo de um insosso empate sem gols com o Figueirense. Na noite deste sábado, o camisa 7 marcou aos 47min do segundo tempo um belo gol de fora da área e decretou a vitória por 1 a 0 no Morumbi, em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado pos o São Paulo na segunda colocação da tabela, com seis pontos. Já o Figueirense, com três, está na décima posição. Na próxima rodada, o time tricolor visita o Atlético-MG na Arena do Jacaré, jogo que será disputado no domingo, às 18h30. Já os catarinenses fazem nova partida às 21h de sábado, desta vez em casa, contra o Atlético-GO.

O técnico Paulo César Carpegiani promoveu várias mudanças em relação ao time que derrotou o Fluminense fora de casa na estreia do Brasileiro. Fernandinho veio a campo ao lado de Dagoberto no ataque, enquanto Lucas voltou ao meio de campo.

Na defesa, Rhodolfo se recuperou de lesão e formou dupla com Xandão. Rogério Ceni era dúvida para a partida deste sábado, mas veio campo em seu 99º jogo seguido como titular do São Paulo.

Após reclamar de não ter tempo para jogar, Rivaldo entrou no intervalo do jogo, mas pouco produziu nos 45 minutos em campo. O veterano conseguiu poucas jogadas e abusou nos erros de passe.

O jogo

A partida começou em ritmo calmo, com o São Paulo buscando trocar passes para chegar ao ataque. Fernandinho era bastante acionado, para que fizesse sua jogada favorita: avançar à linha de fundo e cruzar na área. Aos 5min, Lucas fez boa jogada pela direita e a bola sobrou para Fernandinho, que chutou para fora de perna direita.

Com o passar dos minutos, o Figueirense conseguiu equilibrar a partida no meio de campo, apostando suas jogadas no lado direito, nas costas de Juan. Já o São Paulo passou a tentar alçar bola na área, estratégia que pouco funcionava. Quando tentava tocar a bola por baixo, os erros de passe acabavam com as chances de gol.

Irritada com a atuação fraca da equipe, a torcida do São Paulo passou a pedir a presença de Rivaldo, mas não foi ouvida por Carpegiani. Enquanto isso, o Figueirense criou boa chance aos 34min, em cobrança de falta de Wellington Nem que Rogério Ceni precisou espalmar pela linha de fundo.

A estratégia do São Paulo era baseada em troca de passes na entrada da área, tática que já não funcionou no Campeonato Paulista. O time tinha a posse da bola, mas pouco ameaçava o gol de Wilson. Aos 40min, Fernandinho deu bom passe para Dagoberto na área, mas a arbitragem assinalou impedimento inexistente.

Segundo tempo

O São Paulo voltou com mudanças do intervalo. Para alterar o panorama ruim do jogo, Carpegiani sacou Fernandinho e Juan, lançando Rivaldo e Henrique Miranda, este último destaque da equipe tricolor na última Copa São Paulo. O garoto mostrou seu cartão de visitas aos 8min, quando avançou à linha de fundo e criou trabalho à defesa do Figueirense.

Apesar do bom início são-paulino, o nível da partida voltou a cair após os primeiros minutos. Com o jogo novamente truncado no meio de campo, Carpegiani fez nova substituição, sacando Carlinhos Paraíba para a entrada do contestado Marlos. Aos 20min, o time da casa criou oportunidade interessante em chute à distância de Jean que passou perto da trave direita.

A melhor chance do jogo até então saiu aos 23min. Rivaldo bateu escanteio, Rhodolfo desviou e Casemiro completou na trave. Dois minutos depois, o poste voltou a evitar o gol, em perigoso chute cruzado de Marlos. Aos 33min, foi a vez de Lucas fazer excelente jogada e chutar forte para a defesa de Wilson.

O Figueirense conseguiu chances no segundo tempo, mas não fez Rogério Ceni trabalhar. Aos 36min, Bruno achou Rayner na área, mas Jean travou o chute. Oito minutos depois, Reinaldo tentou finalização e a bola passou à esquerda do gol são-paulino. A partida parecia seguir para o empate sem gols, mas Lucas fez lindo gol nos acréscimos em chute de fora da área, contando com colaboração de Wilson.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também