Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

RANKING

'Louquinha' e Naldo lideram lista de mais tocadas em baladas

'Louquinha' e Naldo lideram lista de mais tocadas em baladas
09/01/2014 14:45 - G1


O Escritório Central de Arrecadação de Direitos Autorais (Ecad) divulgou nesta quinta-feira (9) um ranking das músicas mais tocadas, entre janeiro e setembro de 2013, nas rádios AM e FM e em casas de show.

As canções "Louquinha", de João Lucas e Marcelo, "Amor de chocolate", do Naldo, e "Gatinha assanhada", de Gusttavo Lima, foram as músicas mais populares nas baladas brasileiras.

Já nas rádios, as músicas internacionais "93 million miles" e "Don’t you worry child" lideram a lista das mais pedidas. "Esse cara sou eu", de Roberto Carlos, ficou com o terceiro lugar das rádios.

Veja abaixo as listas divulgadas pelo Ecad relativas ao período de janeiro a setembro de 2013. As músicas estão acompanhadas dos nomes de seus intérpretes mais conhecidos, não de seus autores.

Músicas mais tocadas em baladas:
1 - "Louquinha", de João Lucas e Marcelo
2 - "Amor de chocolate", de Naldo Benny
3 - "Gatinha assanhada", de Gusttavo Lima
4 - "Don’t you worry child", de Swedish House Mafia
5 - "Camaro amarelo", de Munhoz e Mariano
6 - "Show das poderosas", de Anitta
7 - "Sinal disfarçado", de Zé Ricardo e Thiago
8 - "Titanium", de David Guetta
9 - "Diamonds", de Rihanna
10 - "Gangnam style", de Psy

Músicas mais tocadas em rádios:
1 - "93 million miles", de Jason Mraz
2 - "Don’t you worry child", de Swedish House Mafia
3 - "Esse cara sou eu", de Roberto Carlos
4 - "Vidro fumê", de Bruno e Marrone
5 - "Vagalumes", de Pollo
6 - "Diamonds", de Rihanna
7 - "Amor de chocolate", de Naldo Benny
8 - "Te esperando", de Luan Santana
9 - "Sogrão caprichou", de Luan Santana
10 - "Locked out of heaven", de Bruno Mars

Felpuda


Espalhar notícias ruins tornou-se muito mais rápido com o uso da tecnologia, e, além disso, não se trata mais de ações dos adversários. Isso é o que pôde ser visto ultimamente, quando a tchurminha do “aliado” tratou de deixar muita gente informada sobre o que a chamada "grande imprensa” tinha publicado, enviando notícias pelo WhatsApp e postando nas mídias sociais. E assim caminha a humanidade...