Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

f-1

Lotus desiste de mudar as cores do carro

11 DEZ 2010Por FOLHA ONLINE14h:58

O chefe da equipe Lotus, Tony Fernandes, afirmou neste sábado que manterá as cores verde e amarelo da escuderia para a temporada 2011 da F-1.

Ao final do campeonato deste ano, o diretor tinha anunciado que a equipe mudaria os carros para as cores preta e dourada, usadas por Emerson Fittipaldi e Ayrton Senna nas décadas de 70 e 80, respectivamente. Mas depois que a Lotus comprou parte das ações da Renault e criou a equipe Lotus Renault GP Fernandes mudou de opinião e resolveu manter a escuderia como estava.

"Ficaria ridículo ter quatro carros com a mesma cor, além de ser difícil do público diferenciá-los. Por isto, decidimos que a Lotus manterá as cores de 2010 e a Lotus Renault é que será preta e dourada", revelou o diretor para a revista inglesa Autosport.

Fernandes também respondeu aos boatos que sugeriram que a mudança do seu carro em preto e dourado fazia parte de uma propaganda de cigarros.

"Muitas pessoas mandaram mensagens repudiando as cores do novo carro, pois acreditavam que faríamos alusão a uma marca inglesa de cigarro. Mas é tudo mentira. Não faríamos isto. A nossa única intenção era homenagear o período vitorioso da escuderia", disse, completando que não há chance alguma de mudar o nome da equipe.

Sobre a compra das ações da Renault, Fernandes se disse um pouco chateado com a decisão.

"É claro que não fiquei feliz. Tínhamos um plano de desenvolver a equipe em até cinco anos para disputar títulos. Mas agora não sei se teremos dinheiro para isto, então vamos ter que repensar as metas", finalizou.

Leia Também