sexta, 20 de julho de 2018

região central

Lote em área comercial da cidade custa até R$ 1,5 mi

17 JAN 2011Por Edivaldo Bitencourt 00h:00

A área mais valorizada de Campo Grande fica em cinco quarteirões da região central, conforme levantamento da Câmara de Valores Imobiliários (CVI). Um lote de 360 m² na Rua 14 de Julho, entre a Avenida Afonso Pena e a Rua Marechal Cândido Mariano Rondon, e na Rua Dom Aquino, entre a 13 de Maio e Avenida Calógeras, pode chegar a R$ 1,5 milhão, conforme o presidente do Sindimóveis, James Gomes. A área comercial é a mais estratégica para o comércio.

Segundo Gomes, o metro quadrado não sai por menos de R$ 4,1 mil, enquanto o CVI aponta R$ 3,2 mil. Não há terrenos à venda no local, mas o grupo Saad comprou imóveis para construir o Shopping Cidade Morena, voltado ao público A e B. O mercado estima que cada terreno custou, no mínimo, R$ 1,5 milhão.

Em comparação ao maior preço, apontado pelo sindicalista, a diferença entre a área comercial e o Jardim dos Estados, área nobre da cidade, é de 355%. Um lote de 12 x 46 metros custa R$ 499,5 mil no quadrilátero formado pelas ruas 7 de Setembro, Ceará, Bahia e Avenida Afonso Pena.

Apesar do preço expressivo, a Capital fica longe dos maiores valores praticados no País. A área mais cara do Brasil fica em Ipanema e Leblon, no Rio de Janeiro, onde o metro quadrado supera R$ 11 mil.

Leia Também