ECONOMIA

Lojistas e camelôs estão otimistas com Mundial

Lojistas e camelôs estão otimistas com Mundial
05/06/2010 20:49 -


Antonio Viegas, Dourados

 

A expectativa em torno do início da Copa do Mundo de Futebol de 2010, no próximo dia 11 na África do Sul, não fica por conta apenas dos torcedores que querem comemorar mais um título para a Seleção Brasileira. Existem pessoas que possuem um motivo a mais para aguardar com ansiedade esse evento mundial. São os comerciantes de artigos esportivos, adereços e outros produtos alusivos à Copa.

Além das lojas especializadas que apostam na comercialização de camisetas principalmente, há os informais, como camelôs, que colocam à disposição do torcedor uma série de itens, como chaveiros, fitas, buzinas, bandeiras, bonés e muitos outros artigos, predominando sempre a seleção brasileira. Em alguns casos é possível observar camisas de outras seleções, mas é raro. O comerciante precisa vender e o produto hoje é a seleção local.

"No início a gente procura não investir tanto, comprar muita mercadoria, porque corre o risco de ficar com ela no estoque se houver algum tropeço da seleção", comentou Carlos Eduardo de Oliveira, um cauteloso ambulante. Mas ele completa que, com o decorrer dos jogos e ampliando a chance de o Brasil ser campeão, mais produtos são disponibilizados. "A gente investe de acordo com a procura", explicou Carlos.

Aparecido Ferreira Pinto, outro comerciante, disse que a partir do primeiro jogo, se houver vitória da Seleção Brasileira, os torcedores passam a comprar mais. "Isso nos força a colocar mais produtos à venda e de forma variada", conta o vendedor. Ele afirmou que a expectativa é grande para esta Copa de 2010 e espera um crescimento significativo no volume de vendas. "Eu acredito que nós vamos superar a copa passada", disse ele, com bastante otimismo.

Já no ramo há mais de 15 anos e passando pela quarta Copa, Aparecido contou que agora é a hora em que as vendas são mais para crianças. Os adultos, segundo ele, chegam à véspera dos jogos. "A partir da próxima semana é provável que haja um aquecimento nas vendas e na procura por produtos variados, principalmente bandeiras, camisetas e bonés, que geralmente são os mais comercializados", acredita o comerciante.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".