Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Justiça

Loja é condenada a indenizar cliente acusada de furto

27 AGO 12 - 10h:56VÂNYA SANTOS

Uma loja de confecções, que fica no centro de Campo Grande, foi condenada a pagar R$ 5 mil de indenização por danos morais a cliente M. C. A., acusada injustamente de furtar uma peça de roupa do estabelecimento. Para o juiz Luiz Gonzaga Mendes Marques existem provas de que a mulher foi vítima de falsa acusação de furto.

A cliente conta que entrou na loja no dia 7 de novembro de 2011 e seu celular tocou. Ela retirou um sobretudo da bolsa, pegou o aparelho e guardou o casaco novamente. A mulher atendia a ligação fora da loja, quando foi surpreendida por um homem, que puxou sua bolsa exigindo que ela fosse aberta.

A polícia foi acionada e a cliente então abriu sua bolsa, provando que não havia roupa furtada. Ela também precisou abaixar sua calça para provar ao policial que não estava vestida com outra peça. A autora do processo disse que se sentiu humilhada diante da situação.

Já a empresa alegou não haver prova de que a cliente foi abordada por um funcionário da loja e justificou que o único homem que trabalha no estabelecimento não agiu da forma descrita pela mulher. No entanto, a versão da cliente foi confirmada pelo depoimento do policial que atendeu a ocorrência. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

COPA AMÉRICA

Tite promove o retorno de Arthur à seleção para jogo com a Venezuela

IMPORTAÇÃO

Bolsonaro diz que avalia reduzir para 4% imposto sobre produtos de TI

REUNIÃO DO G20

Japão propõe mecanismo internacional para descarte de resíduo nuclear

CUIABÁ

Tribunal condena militar que tentou vender 120 quilos de carne do batalhão

Mais Lidas