Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 19 de novembro de 2018

Justiça

Loja é condenada a indenizar cliente acusada de furto

27 AGO 2012Por VÂNYA SANTOS10h:56

Uma loja de confecções, que fica no centro de Campo Grande, foi condenada a pagar R$ 5 mil de indenização por danos morais a cliente M. C. A., acusada injustamente de furtar uma peça de roupa do estabelecimento. Para o juiz Luiz Gonzaga Mendes Marques existem provas de que a mulher foi vítima de falsa acusação de furto.

A cliente conta que entrou na loja no dia 7 de novembro de 2011 e seu celular tocou. Ela retirou um sobretudo da bolsa, pegou o aparelho e guardou o casaco novamente. A mulher atendia a ligação fora da loja, quando foi surpreendida por um homem, que puxou sua bolsa exigindo que ela fosse aberta.

A polícia foi acionada e a cliente então abriu sua bolsa, provando que não havia roupa furtada. Ela também precisou abaixar sua calça para provar ao policial que não estava vestida com outra peça. A autora do processo disse que se sentiu humilhada diante da situação.

Já a empresa alegou não haver prova de que a cliente foi abordada por um funcionário da loja e justificou que o único homem que trabalha no estabelecimento não agiu da forma descrita pela mulher. No entanto, a versão da cliente foi confirmada pelo depoimento do policial que atendeu a ocorrência. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também