Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Espécies

Livro apresenta aves de todos os biomas brasileiros

25 MAR 11 - 23h:45Celulose On-line

Foi lançado na última quinta-feira (24), o “Guia Aves do Brasil: Pantanal & Cerrado”, pela editora Horizonte junto ao WCS (Wildlife Conservation Society). O lançamento aconteceu na livraria Fnac Pinheiros, em São Paulo. O guia aponta 1.832 espécies catalogadas e mostra que o Brasil é um dos três países com maior número de espécies de aves do mundo.

O primeiro volume, de uma série de cinco, apresenta 740 espécies de aves do Pantanal e do Cerrado, entre nomes conhecidos, como a ema e a arara-azul-grande e espécies ainda pouco conhecidas pelos cientistas, como o belo pica-pau-do-parnaíba e o raríssimo tiê-bicudo. A maioria das descrições é acompanhada de ilustrações precisas feitas por renomados artistas especializados em aves, como Guy Tudor, o maior ilustrador de aves sul-americanas.

Todo ilustrado, o livro tem o objetivo de popularizar a observação de aves no Brasil e estimular a conservação do meio ambiente. O guia ainda se mostra como um instrumento educativo e científico de proteção ao meio ambiente e de incentivo ao turismo sustentável.

A autoria do guia é do observador de aves John A. Gwynne, diretor de criação e vice-presidente Emérito de Design da WCS; Robert S. Ridgely, especialista mundial em aves da América do Sul; Guy Tudor, ilustrador de aves neotropicais e Martha Argel, ornitóloga, escritora.

Nos cinco anos de produção do guia, dezenas de ornitólogos e pesquisadores brasileiros colaboraram com os autores nas 322 páginas e nas mais de 1000 ilustrações.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ECONOMIA

Mercosul concluiu acordo comercial com países do Efta, diz Bolsonaro

ECONOMIA

Caixa avalia mudança para taxa prefixada no financiamento imobiliário

BRASIL

Lula se cala na Pentiti, 64ª fase da Lava Jato

BRASIL

Maia: País vive 'quase um estado autoritário', inclusive na área do meio ambiente

Mais Lidas