Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

Lipoaspiração: Um ano depois, a gordura está de volta

3 MAI 2011Por 04h:00

Realizada há quase 40 anos, a lipoaspiração é a mais popular das cirurgias plásticas, mas um estudo pioneiro não traz boas notícias para quem pensa recorrer a esta intervenção para se livrar da gordura extra.

A publicidade não deixa margem para dúvidas: Com recurso a fotografias do antes e do depois, as clínicas que anunciam os seus serviços de lipoaspiração mostram geralmente uma mulher de ancas generosas e com claro excesso de gordura a dar lugar, depois da cirurgia, a uma mulher sem pinga de gordura a mais.

A realidade, essa, parece ser diferente. Um estudo, realizado por médicos da Universidade do Colorado dedicou-se a tentar descobrir se depois dos resultados imediatos obtidos, a gordura regressa. E a conclusão não é animadora: Um ano depois de ter sido aspirada, a gordura estava de regresso. Mas não ao local de onde tinha sido tirada (ancas). Em vez disso, reaparecia na parte superior do tronco (abdómen sobretudo, mas também em torno dos ombros e tríceps.

O estudo, divulgado a semana passada pelo The New York Times, mereceu já o aplauso da Sociedade Americana para a Cirurgia Plástica Estética. o presidente considera que a invetsigação foi "muito bem feita" e admitiu que os resultados são surpreendentes.

"É mais um capítulo na história 'Não se pode enganar a Mãe Natureza'", conclui o Dr. Rudolph Leibel, especialista em obesidade e investigador na Universidade de Columbia.

Leia Também