Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

'APAGÃO ELEITORAL'

Liminar do STJ garante registro de candidaturas

Liminar do STJ garante registro de candidaturas
05/07/2012 13:47 - Gabriel Maymone


O Superior Tribunal de Justiça (STJ) concedeu liminar, a pedido da União, para que a Justiça Eleitoral mantenha, nos dias de greve, uma equipe com no mínimo 80% dos servidores em cada localidade de atuação. Em caso de descumprimento da liminar, a multa diária é de R$ 200 mil.

A medida foi concedida pelo ministro Ari Pargendler após a ameaça de um “apagão eleitoral” por entidades de classe representantes de servidores do Judiciário com o anúncio de greve da categoria.

Os partidos políticos e coligações têm até as 19h de hoje (5) para apresentar no cartório eleitoral competente os pedidos de registro de seus candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador nas Eleições 2012, de acordo com a legislação eleitoral.

“O direito de greve é garantido pela Constituição Federal, mas seu exercício deve respeitar os valores que ela elegeu”, observou Pargendler na decisão desta quarta-feira (4). O ministro classificou a greve de “oportunista”, porque visa prejudicar o calendário eleitoral, ainda que sejam justas as reivindicações dos servidores da Justiça Eleitoral.

Felpuda


Malfeitos que teriam sido praticados em tempos não tão remotos podem ser a pedra no caminho de pré-candidatura que está sendo costurada. As conversas ainda estão nas “ondas da rádio-peão”, mas, com a proximidade da campanha eleitoral, há quem diga que isso se tornará uma tremenda dor de cabeça para quem vai enfrentar as urnas. Pior:  o dito não seria culpado direto, mas sim a sua...  Bem, deixa rolar para ver onde vai parar.