Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Liderança de Dilma pode virar jogo eleitoral em MS

18 MAI 10 - 06h:38
adilson trindade e lidiane kober

A liderança da pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff (PT), pode ter reflexos nos estados e provocar virada no jogo eleitoral em Mato Grosso do Sul. A avaliação é do ex-governador José Orcírio dos Santos (PT) depois de tomar conhecimento das últimas pesquisas de intenções de voto que, aparentemente, não assustaram os tucanos, apesar de apontarem, pela primeira vez, Dilma à frente de José Serra.
No levantamento do Instituto Vox Populi, a petista surge com 38% contra 35% do tucano. Confirmando a tendência, ontem, levantamento do CNT/Sensus mostra Dilma com 35,7% das intenções de voto, enquanto o tucano ficou com 33,2% (leia mais na página 5A). 

Os números divulgados pelos institutos, segundo Orcírio, mostram a força do PT e o reconhecimento da população com o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele não tem dúvida de ser um dos beneficiados com a ultrapassagem de Dilma sobre Serra na corrida presidencial. “O André que se cuide porque vamos virar o jogo”, desafiou, referindo-se ao governador André Puccinelli (PMDB), seu maior rival na sucessão estadual.
O ex-governador indicou o crescimento de Dilma como fator preponderante para sacudir a militância a fim de superar Puccinelli na corrida eleitoral. “O PT motivado é muito forte. É praticamente imbatível”, explicou.

Principal liderança do PSDB de Mato Grosso do Sul em nível nacional, a senadora Marisa Serrano atribuiu a liderança de Dilma à exposição da petista no programa eleitoral gratuito do PT, transmitido na última quinta-feira, e afastou qualquer tipo de preocupação por conta do resultado das pesquisas de intenção de voto. “Não estou nenhum pouco preocupada. A campanha ainda não começou e esses números não passam de reflexo do momento”, disse. “A semana passada foi de muita exposição da Dilma na propaganda gratuita do PT”, explicou.

Da mesma forma, analisou o líder da bancada do PSDB na Assembleia Legislativa, deputado Professor Rinaldo. “É natural ocorrer variações nas pesquisas, pois, em um universo de quase 200 milhões de eleitores, são entrevistados 2 mil”, frisou. “Estou muito confiante de que quando a campanha começar, o Serra deslanchará”, completou.
O parlamentar ainda afastou qualquer possibilidade de as pesquisas influenciarem no resultado da corrida pela sucessão estadual. “Até mesmo porque, em Mato Grosso do Sul, o PSDB sempre venceu as eleições presidenciais”, disse.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Vistoria final para liberação do uso do Morenão deve ser feita na quarta
CAMPEONATO ESTADUAL

Vistoria final para liberação do uso do Morenão deve ser feita na quarta

INVESTIGAÇÃO

Mulher sai de motel correndo, tem surto no meio da rua e morre

Cocaína e remédio foram encontrados no quarto em que vítima estava com empresário
MEC diz que 143,7 mil participantes 'zeraram' em redação no Enem
RESULTADO

MEC diz que 143,7 mil participantes 'zeraram' em redação no Enem

Motoristas ignoram nova regra de proibição de conversão na 14 de Julho
TRÂNSITO

Motoristas ignoram nova regra de proibição de conversão na 14 de Julho

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião