Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

ELEIÇÕES 2014

Líder do PT diz que PMDB precisa definir se é oposição ou situação

6 MAR 14 - 21h:00AGÊNCIA BRASIL

O líder do PT na Câmara dos Deputados, Vicentinho (SP), disse hoje (6) que o PMDB precisa definir se está na oposição ou na situação. "Nenhum partido da base do governo pode ter duas caras. Não se pode ser oposição e situação ao mesmo tempo", ressaltou Vicentinho, ao comentar a postura do PMDB no Congresso.

O partido vem se posicionando contra o governo em votações consideradas prioritárias para a presidência e articulou a formação de um bloco informal de deputados para pressionar o Planalto na liberação de emendas parlamentares.

O líder do PT defendeu a manutenção do diálogo para chegar a um entendimento. "Eu recomendo que o governo continue dialogando. Esses partidos são importantes. O PMDB tem uma história longa com o país", destacou Vicentinho.

De acordo com o deputado, na próxima semana, o governo começará a mandar ao Congresso ministros para conversar com os líderes partidários e ouvir as demandas dos parlamentares.

Vicentinho disse ainda não acreditar que o PMDB, que ocupa a Vice-Presidência da República e comanda cinco ministérios, venha a sair do governo. "O PMDB não é um partido da base aliada, ele é um partido do governo. O PMDB está intrinsecamente ligado à estrutura do Estado brasileiro. Quem tem um vice-presidente não pode se dar o luxo de sair do governo", ressaltou.

O deputado considerou eleitoreira a proposta de criação de uma comissão externa para investigar denúncias de que uma empresa holandesa pagou propina a funcionários da Petrobras. O requerimento do PSDB teve apoio do blocão e entrou na pauta do plenário na semana passada. O governo lançou mão de manobras de obstrução e a votação acabou adiada. A proposta voltará à pauta na semana que vem. “Uma comissão de deputados que vai do Brasil à Holanda e não vai conseguir informações – é uma iniciativa da oposição, em ano eleitoral. Precisamos olhar com cuidado e refletir sobre isso”, definiu Vicentinho.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Mais famílias campo-grandenses conseguem pagar as dívidas
APONTA PESQUISA

Mais famílias campo-grandenses conseguem pagar as dívidas

Agehab dá dez dias para mutuários regularizarem dívidas
INTERIOR

Agehab dá dez dias para mutuários regularizarem dívidas

União agilizará reconhecimento de emergência por queimadas em MS
DIZ MINISTRO

União agilizará reconhecimento de emergência por queimadas em MS

Investigações contra agressor de Bolsonaro podem ser retomadas
PRESO EM CAMPO GRANDE

Agressor de Bolsonaro pode voltar a ser investigado

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião