Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

poder

Líder do DEM defende 'pena alternativa' para Bolsonaro

1 ABR 11 - 21h:00ESTADÃO

O líder do DEM na Câmara, ACM Neto (BA), defendeu a possibilidade de aplicação de uma "pena alternativa" a Jair Bolsonaro (PP-RJ), que em entrevista ao programa CQC da TV Bandeirantes qualificou como "promiscuidade" a possibilidade de um filho seu ter relação com uma mulher negra e fez ataques a homossexuais.

Neto destacou que relata um projeto que altera o funcionamento do Conselho de Ética e permite a aplicação de outras penas ao parlamentar. Atualmente, o Conselho pode apenas cassar ou absolver o deputado investigado. ACM Neto conversou com o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), para que o projeto seja incluído na pauta. Maia ficou de consultar os líderes partidários.

"Este projeto cria uma gradação de penas. No caso do Bolsonaro talvez cassar seja demasiado, mas também não podemos permitir que fique impune. Então, se houvesse uma possibilidade de suspensão de mandato ou algo assim seria mais apropriado", disse ACM Neto.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Nos Estados Unidos, Mourão se reúne com imigrantes brasileiros

Simone defende análise simultânea <br>de reforma e pacote anticrime
PRESIDENTE DA CCJ

Tebet quer análise simultânea de reforma e pacote anticrime

ECONOMIA

Governo promete à indústria 'revogaço' e pacote de competitividade em 15 dias

BRASIL

Primeiro leilão de petróleo sob Bolsonaro vai oferecer 36 blocos com preço mínimo de R$ 3,2 bilhões

Mais Lidas