Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

LG apresenta smartphone gigante e com câmera 4K

LG apresenta smartphone gigante e com câmera 4K
23/02/2014 19:00 - folhapress


A sul-coreana LG apresentou o G Pro 2, smartphone (ou "phablet", mistura de celular e tablet, termo utilizado para telefones com telas enormes) com tela de 5,9 polegadas, que havia sido anunciado último dia 13.

O telefone grandalhão estava disponível para testes durante a conferência sem surpresas da empresa em Barcelona, hoje, um evento pré-MWC --Mobile World Congress, uma das maiores feiras do setor móvel, que tem início amanhã.

Além da tela enorme, de 5,9 polegadas, o dispositivo conta com processador de núcleo quádruplo (Snapdragon 800), 3 Gbytes de RAM e 32 gbytes de memória interna.

A câmera traseira conta com 13 Mpixels e grava vídeos em até 4K. O modo "flash natural" tira duas fotografias na sequência, uma com flash e outra sem, e mistura os resultados, para evitar imagens com iluminação estourada. Na câmera frontal há o "flash selfie", que deixa o fundo com uma iluminação mais suave.

Apesar de gigantesco, o G Pro 2 surpreende pela leveza, em parte mérito da carcaça de plástico. O tamanho da tela útil pode ser diminuída para que o aparelho possa ser utilizado com conforto com uma das mãos.

Com a função "knock code", o G Pro 2 pode ser desbloqueado com uma sequência pré-definida de batuques na tela. A LG promete que é uma forma mais rápida e mais segura de substituir todas as outras formas de desbloqueio.

A empresa também apresentou o G2 mini, que apesar do nome não é tão diminuto --a tela tem de 4,7 polegadas-- e alguns smartphones de entrada: o L 40, com tela de 3,5 polegadas, o L 70, com tela de 4,5 polegadas e processador de núcleo duplo, e o L 90, com tela de 4,7 polegadas e processador de núcleo quádruplo. Todos possuem 1 Gbyte de RAM.  

Felpuda


Engana-se quem acha que diminuiu a voracidade de ter fatia de cobiçado bolo por parte de “quem manda”. O recuo realmente houve, mas só por enquanto e por uma questão de estratégia, até porque, nas primeiras investidas, as portas não se abriram. E continuam fechadas. Mas quem conhece bem a dita figurinha aposta que ela não desistirá até encontrar, digamos,  um “chaveiro amigo”. Essa gente não sossega nem diante da pandemia... Afe!