Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORINTHIANS

Lesão deve afastar Guerrero por 4 semanas

Lesão deve afastar Guerrero por 4 semanas
10/03/2014 00:00 - gazeta esportiva


Guilherme Runco, médico do Corinthians, disse após a partida acreditar em um tempo mínimo de quatro semanas para a recuperação de Paolo Guerrero. O atacante sentiu fortes dores na coxa enquanto arrancava com a bola no clássico de ontem (9) diante do São Paulo e, chorando, acabou sendo obrigado a deixar o gramado.

"Acredito que ele teve uma lesão de grau dois, e, neste caso, o tempo mínimo de recuperação é de quatro semanas. Mas talvez ele precise de um tempo maior, a gente sabe que foi sério. É muito provável que ele fique um tempo fora da equipe", disse o médico em entrevista à CBN.

O peruano havia se recuperado recentemente de uma entorse no tornozelo e retornava ao time neste domingo. Para o médico, no entanto, não há qualquer relação entre os antigos problemas físicos de Guerrero com a nova lesão.

"O Guerrero teve uma contratura muscular na coxa esquerda. Certamente houve uma ruptura, pela dor intensa que sentiu e pela dificuldade de caminhar. A gente vai fazer exame de imagem na terça-feira para definir a dimensão exata e poder planejar o tratamento. Essa é uma das lesões mais comuns do futebol. Não há nenhuma questão física para isso acontecer", comentou.

Felpuda


Partido está aos poucos montando a que vem sendo chamada de “chapa do quartel”, pois os pré-candidatos são oriundos da caserna. Há quem diga que os dirigentes da legenda ainda estão querendo pegar carona no “fenômeno Bolsonaro”, esquecendo-se que o presidente, embora vindo da área militar, está na política há 30 anos e o seu programa de governo agradou 57,7 milhões de eleitores. Dizem que tchurminha será obrigada a adicionar mais ingredientes no currículo, senão...