Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CIDADES

Leishmaniose causou morte em Três Lagoas

Leishmaniose causou morte em Três Lagoas
30/03/2010 23:18 -


A Secretaria Municipal de Saúde de Três Lagoas divulgou ontem que a causa da morte  de Vilson Divino Gomes dos Santos, de 27 anos, foi leishmaniose e não dengue, como havia a suspeita. Na semana passada, Vilson, que morava em Campo Grande e estava em Três Lagoas para visitar a família, foi internado com suspeita de dengue hemorrágica. Com o resultado dos exames, ficou comprovado que não era dengue e sim leishmaniose.

Este foi o primeiro caso de óbito por causa da doença na cidade. Outros três casos foram notificados e os pacientes estão sendo monitorados pela secretaria. O caso não foi registrado em Três Lagoas, já que, segundo a diretora de Vigilância Sanitária, Angelina Zuque, o paciente já chegou à cidade com a doença e não morava na cidade.   

Segundo informações da Secretaria de Saúde, Vilson dos Santos estava morando havia um ano em Campo Grande, e veio visitar os pais, Helena Fátima dos Santos e Jailson Moreira de Jesus. Ao chegar a Três Lagoas, Vilson  já apresentava sintomas como dores estomacais, febre e sangramento na gengiva. Ele procurou atendimento no  PAB (Pronto Atendimento Básico), onde foi diagnosticado virose, medicado e liberado.

Como os sintomas persistiram, ele retornou ao PAB, de onde foi encaminhado para o Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, desta vez com diagnóstico de dengue. No hospital, o caso agravou-se e ele morreu alguns dias depois, ainda sem identificar a causa, somente confirmada na terça, dia 30, com o resultado dos exames.

Felpuda


Prefeitura de município do interior de MS recebeu recomendação do Ministério Público do Estado no sentido de exonerar servidores comissionados, livres do cartão de ponto, que são parentes de secretários da administração e de vereadores. O nepotismo se tornou um excelente “negócio” por lá, e se até o dia 6 de agosto as devidas providências não forem tomadas, medidas serão adotadas, como ação por improbidade administrativa. Tem gente que não aprende mesmo, né?