Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

EMPRESAS

Leilão de petroleira de Eike é embargado

18 MAR 14 - 00h:00FOLHAPRESS

Pessoas e empresas que arremataram produtos no leilão da OGPar (Óleo e Gás Participações), do ex-magnata Eike Batista, só poderão retirar os itens após autorização da Justiça. Isso porque a petroleira (ex-OGX) está em processo de recuperação judicial e qualquer iniciativa que implique em venda de patrimônio deve ser autorizada pela Justiça.
Presidente da União dos Acionistas Minoritários da OGX (Unax), Adriano Mezzomo disse que a OGPar pediu autorização à Justiça para realizar o leilão. O pedido, no entanto, não foi examinado a tempo. Mesmo assim a companhia levou o leilão adiante, apesar de saber que tecnicamente ele não poderia ser realizado.  "A Lei de Recuperação Judicial e Falência [Lei nº 11.101/05] prevê autorização prévia para leilão", explicou Mezzomo. 

Leilão

O leilão virtual acabou ao meio-dia da última quarta-feira e todos os lotes foram arrematados, segundo a Sold Leilões.  Mais de 800 produtos estavam à venda, desde notebooks, cujo lance inicial era R$ 100, até cadeiras, mesas, armários, computadores e louças, com lances a partir de R$ 30. A Sold confirma que aqueles que arremataram os produtos deverão aguardar decisão da Justiça para retirar os bens. A empresa não informou quanto a OGPar arrecadou, mas pela soma dos lances mínimos, a renda obtida poderia superar R$ 76 mil, valor irrisório em comparação à dívida da petroleira, de quase R$ 20 bilhões. Procurada, a OGPar informou, por meio da assessoria de imprensa, que não comentaria o assunto.

Minoritários 

A expectativa dos acionistas minoritários da ex-OGX em receber algum dinheiro é quase zero por causa do plano de recuperação judicial que diluiu a participação de seus investidores.
Para se ter uma ideia, o próprio controlador da petroleira, Eike Batista, saiu de uma participação de 50% para apenas 5%. Os olhos dos minoritários estão voltados ao processo de investigação por parte da CVM (Comissão de Valores Mobiliários) que, caso comprove a ingerência de Eike na companhia, pode determinar o ressarcimento dos danos financeiros gerados.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

SELIC

Taxa básica de juros cai para 5,5% ao ano

Selic está no menor nível desde o início da série histórica
Campo Grande tem 71 radares em operação; Veja locais
FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA

Campo Grande tem 71 radares em operação; Veja locais

Justiça nega liminar a advogados envolvidos em fraude milionária do Fies
VENDA DE VAGAS

Justiça nega liminar a advogados envolvidos em fraude milionária do Fies

Pagamento de dívidas é principal destino para saque do FGTS
SAQUE DO FGTS

Sul-mato-grossense quer usar R$ 500 para reformas e viagens

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião