Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

Ficha limpa

Leandro do KLB perde vaga de deputado

15 ABR 2011Por ig01h:20

Leandro Scornavacca (DEM), o “L” do KLB, não precisará mais quebrar a cabeça para conciliar a vida parlamentar com a artística. Prestes a lançar um CD e um DVD em comemoração aos dez anos do grupo, ele não assumiu uma cadeira de deputado estadual na Assembleia Legislativa de São Paulo.

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de considerar que a Lei da Ficha Limpa não é válida para 2010 fez com que Leandro, que era primeiro suplente na coligação PSDB-DEM, caísse para a terceira posição na fila.

Com a validação dos votos dados a candidatos antes barrados e, consequentemente, com um novo coeficiente eleitoral, os dois primeiros suplentes da coligação passaram a ser os tucanos Welson Gasparini e Geraldo Vinholi. Eles foram empossados nas vagas de Bruno Covas e Paulo Alexandre Barbosa, que deixaram a Assembleia para ir para o secretariado de Alckmin.

Agora, Leandro só poderá ser chamado de deputado caso mais um deputado do PSDB ou do DEM se licencie do cargo.

Leia Também