Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

DESABAFO

Lea T diz que transexual não é 'promiscuidade'

13 NOV 2010Por QUEM Online00h:04

Lea T.a primeira modelo transexual do mundo, falou com exclusividade para a coluna "Última Moda", publicada nesta sexta-feira (12) no jornal “A Folha de S. Paulo”. A modelo brasileira, que já foi chamada de Leo, e até de Leandro, é filha do ex-jogador Toninho Cerezo, estrela da seleção brasileira dos anos 80, e ganhou notoriedade no mundo ao aparecer na campanha da Givenchy.

Em entrevista ao jornal, Lea, que está sendo assediada pelas maiores revistas de moda do mundo  falou sobre sua carreira em ascensão e do preconceito que sofre diariamente.

Apadrinhada por Riccardo Tisci, diretor criativo da Givenchy, Lea contou como o amigo a ajudou a superar uma fase difícil da vida, além de ter alavancado sua carreira. “Assumir a realidade de ser transexual é muito complicado. Sabe, comecei a pensar no futuro e não via nenhuma perspectiva, nada que pudesse ultrapassar o preconceito que eu sentia e sinto em relação a mim. E aí veio o Riccardo, que é capaz de entender a complexidade de um conflito humano. Ele me deu uma voz para que eu pudesse enviar uma mensagem”, disse a modelo. “Transexual não é sinônimo de promiscuidade, como muitos pensam. Que podemos ter amigos, batalhar por uma carreira, por nossa vida, que não precisamos baixar a cabeça, com vergonha de nós mesmos.”

Sobre seu ensaio ousado para a revista “Vogue” francesa, no qual posou completamente nua, Lea contou que ficou arrasada com a má repercussão que teve. “[Queria] Mostrar o que eu sou hoje, meu corpo, minha verdade. Infelizmente, tudo foi deturpado, muita gente repercutiu aquilo como se fosse pornografia”, disse Lea, que toma hormônios para poder realizar a operação para a mudança de sexo.

Sobre sua família, e a relação com o pai, o ex-jogador de futebol Toninho Cerezo, a modelo desmentiu o fato de terem brigado. “Eu amo o meu pai, e ele me ama. Não é fácil pra ele entender as escolhas que fiz para a minha vida, mas são dificuldades que enfrentamos com amor”, explicou.
 

Leia Também