Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Laudo mostra versão de Elize para crime

22 AGO 12 - 02h:00G1

O laudo da reprodução simulada da morte do empresário e ex-diretor executivo da Yoki Marcos Kitano Matsunaga foi concluído pelo Instituto de Criminalística (IC) na quinta-feira (16) e será encaminhado nesta semana ao Ministério Público (MP). O documento tem 78 páginas e apresenta a versão contada por Elize Araújo Kitano Matsunaga aos peritos durante a reconstituição do crime.

O laudo também traz uma descrição do apartamento, exames de DNA de amostras de sangue colhidas no local e fotografias nas quais Elize repete o que afirma ter ocorrido na noite de 19 de maio. Ela confessou ter atingido o empresário com um tiro e esquartejado o corpo com uma faca.

O corpo de Marcos Matsunaga foi encontrado, em pedaços, às margens de uma estrada em Cotia, na Grande São Paulo. No início de junho, sua mulher, Elize, confessou o crime à polícia.

A bacharel em direito está presa pelo crime. Ela foi denunciada pelo MP e aguarda a audiência de instrução na Justiça, na qual ficará definido se ela irá a júri popular. O laudo do Insitituto de Criminalística será anexado ao processo.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

MAL-ESTAR

Ex-presidente egípcio morre durante audiência em tribunal

Motorista é preso com 56 quilos de cocaína no painel de caminhonete
TRÁFICO DE DROGAS

Motorista é preso com 56 kg de cocaína em caminhonete

ECONOMIA

Economia parada deixa brasileiro refém das dívidas

ECONOMIA

Idoso socorre filho e engrossa lista de novos inadimplentes

Mais Lidas