Segunda, 18 de Dezembro de 2017

ex-ginasta

Laís Souza apresenta melhora e deixa médico otimista

3 FEV 2014Por R716h:13

O fim de semana foi de boas notícias para a ex-ginasta Laís Souza. Internada em um hospital nos Estados Unidos há uma semana por conta de um acidente de esqui, a brasileira já consegue emitir algumas palavras depois da colocação de um tubo por sua traqueia. Em entrevista ao "SporTV", o médico do COB (Comitê Olímpico Brasileiro), Antônio Marttos Jr. também ressaltou a melhora da paulista:

- A pressão arterial está melhor, e estamos diminuindo o suporte à pressão arterial. A parte respiratória também está melhor, a frequência cardíaca, tudo está voltando a um padrão normal, sem tanta ajuda externa. Eu digo hoje que a chance da Lais recuperar essa parte respiratória é grande.

Laís Souza passou por duas cirurgias na quinta-feira (30). As intervenções foram consideradas bem sucedidas, mas chegou-se a cogitar a possibilidade de ela precisar usar para sempre um aparelho que mantém seus pulmões funcionando. Porém, o fato de ela ser atleta tem a ajudado muito na recuperação.

Ainda esta semana, os médicos devem colocar um marca-passo no diafragma de Laís, com a intenção de ajudá-la na respiração.

Conforme explicou o neurocirurgião Andrew Dailey (foto), que acompanha o caso, Laís foi submetida a uma traqueostomia — abertura na traqueia para facilitar a respiração, com ajuda de aparelhos — e a uma gastrostomia, abertura que funciona como uma espécie de sonda alimentar. Consciente, Laís consegue se comunicar por meio dos movimentos dos olhos diante de uma tela de computador, parecido ao sistema usado pelo físico britânico Stephen Hawking.

A atleta brasileira que sofreu um acidente grave em uma pista de esqui na última segunda-feira (30) está sendo tratada na Unidade de Terapia Intensiva Neurológica para realinhar a coluna cervical. Ela é capaz de encolher os ombros, mas ainda não tem movimento em seus membros. De acordo com os médicos, ainda é cedo para fazer um prognóstico a longo prazo.

Nesta quinta-feira (30), Laís recebeu a companhia de sua mãe Odete, que conseguiu o visto para os Estados Unidos e viajou acompanhada da fisioterapeuta Denise Lessio e da gerente geral de Planejamento Esportivo do COB (Comitê Olímpico Brasileiro), a ex-jogadora de vôlei de praia Adriana Behar.

Companheira de Laís Souza na busca por uma vaga nos Jogos Olímpicos de Sochi em esqui estilo livre, Josi Santos publicou na quarta-feira (29) em sua página do Facebook que a amiga mexeu o braço:

- Deus do céu... Ela mexeu o braço. Jesus, te amo mais do que tudo... Genteeeee, tá forte essa corrente... Muito feliz, muito feliz. Só Deus sabe o que sinto nesse momento... Continuem, amigos, continuem.

Posteriormente, porém, o médico explicou que o ocorrido foi consequência do fato de ela conseguir movimentar os ombros. Por isto, eles não consideram que Laís já tenha domínio dos membros superiores.

Após abandonar a ginástica devido ao excesso de lesões, Laís passou a se dedicar ao esqui aéreo. No momento do acidente, a atleta estava perto de conseguir a classificação para as Olimpíadas de Inverno, que começam na semana que vem em Sochi (Rússia).

A queda ocorreu enquanto Laís treinava em Utah. Ao se desequilibrar, ela acabou batendo contra uma árvore. 

Leia Também