Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SE DERAM MAL

Ladrões utilizam mulher como 'isca' para atrair homem e roubar carro

Ladrões utilizam mulher como 'isca' para atrair homem e roubar carro
03/01/2014 15:35 - Gabriel Maymone


A Polícia Civil prendeu quatro envolvidos em um sequestro relâmpago ocorrido ontem em Sidrolândia (MS). Juliano Maciel Biccigo, 25 anos, Lerivaldo Moreira dos Santos, 33, Jurian Santuches Romero, 24, estão presos e um adolescente de 17, apreendido. Todos tem uma longa ficha criminal, incluindo tráfico de drogas, furtos, porte de arma e agora poderão ser qualificados por formação de quadrilha. Uma mulher, ainda não identificada, utilizada como 'isca', está foragida.

Segundo o delegado Devair Francisco, o grupo usou a mulher para atrair a vítima. “Ela teria forjado uma situação, como se fosse uma prostituta e com isso atraiu ele a parar o carro. Assim que reduziu no cruzamento, os bandidos entraram e com uma faca ameaçaram a vítima a dar diversas voltas na cidade”, afirma o delegado ao Região News.

Após as voltas, os bandidos ordenaram o motorista a parar no mesmo local, no cruzamento das ruas Leôncio de Souza Brito com a Generoso Ponce, em Sidrolândia, e ele foi deixado lá. O bando fugiu com o veículo, um celular e R$ 40.

Assim que a Polícia foi informada, soube que um carro com as mesmas características havia se envolvido em um acidente. Os comparsas fugiram, mas Juliano foi preso em flagrante.

Os envolvidos já foram encaminhados para o Petran (Presídio de Trânsito). Eles responderão, com exceção do menor, por roubo qualificado pelo emprego de arma, formação de quadrilha e concussão de menores. 

Felpuda


Considerados “traíras” por terem abandonado o barco diante dos indícios da chegada da borrasca à antiga liderança, alguns pré-candidatos terão de se esforçar para escapar da, digamos assim, vingança, velha conhecida da dita figurinha. Dizem por aí que há promessas nesse sentido, para que os resultados dos “vira-casacas” nas urnas sejam pífios. Sabe aquela velha máxima: “Pisa. Mas, quando eu levantar, corre!” Pois é...