Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

CRISE NO PALMEIRAS

Kleber chama Deola de traíra

7 MAI 2011Por UOL Esporte11h:40

O momento tumultuado no Palmeiras, cujo ápice da crise ocorreu após a goleada sofrida diante do Coritiba por 6 a 0, evidenciou rachas no elenco. Capitão do time alviverde, Kleber teria se desentendido com o goleiro Deola, chamando-o de “traíra”, conforme noticiou o jornal Marca Brasil neste sábado.
Segundo a publicação, a discussão entre Kleber e Deola começou quando o goleiro bateu palmas à torcida, que vaiava o volante Márcio Araújo no empate diante do São Caetano, 1 a 1, no ABC. O Gladiador criticou a postura de Deola, considerando que o camisa 1 deveria apoiar Araújo.
No vestiário em São Caetano, Kleber teria tentado agredir Deola. No dia seguinte, Felipão reuniu o grupo para resolver o problema, mas Kleber rotulou Deola como traíra. A reportagem acrescenta que o zagueiro Danilo concordou com o atacante e também ficou contra Deola.
Na goleada imposta pelo Coritiba, Deola não atuou. Marcos foi recolocado no time titular. Felipão não explicou o motivo da troca. Depois da derrota no Couto Pereira, Marcos disparou críticas ao time, apontando falta de empenho dos jogadores no revés frente ao Coritiba.
O clima de paz está distante no Palmeiras. O jornalista Juca Kfouri noticiou em seu blog que Kleber, Valdivia e Wellington paulista são motivos de insatisfações no clube. 

Leia Também