Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Kia divulga imagens oficiais do novo Cerato

23 JUL 12 - 12h:00caranddriverbrasil

A nova geração do Kia Cerato está próxima. Embora sua estreia oficial esteja marcada para novembro, nos Salões de Los Angeles e de Guangzhou (China), o sedã já foi visto rodando sem camuflagem nas ruas sul-coreanas. Como o Cerato foi o recordista de vendas da Kia em 2011, com 445 mil unidades comercializadas, a empresa tenta guardar suas informações a sete chaves e revelou apenas desenhos do modelo.

Assinado por Peter Schreyer, chefe de design da fabricante, o visual do novo Cerato segue as diretrizes da padronização da marca, vista no Kia Rio, cee'd e no sedã de luxo Quoris (antes chamado de K9), e que a C/D antecipou na projeção publicada na edição nº 46. Esta padronização está presente também nos nomes dos automóveis, que agora passam a utilizar a letra K, seguida de um número - o Cerato será chamado K3 na Coreia. A tática será utilizada apenas no seu país de origem, enquanto o resto do mundo continuará a chamar o sedã pelos nomes que já estão acostumados: Cerato ou Forte.

A terceira geração do carro vai seguir a tradição mundial e oferecer dimensões maiores que as do modelo atual, algo que se nota pela adoção de uma janelinha perto da coluna A e pelos retrovisores, exatamente os usados pelas novas gerações do i30 e cee'd. Com esse grau de parentesco com o modelo médio da Hyundai, o Kia Cerato se beneficiará também de suspensão multibraço na traseira, independente, e de modernos motores 1.6 com injeção direta de gasolina e, nas versões mais nervosas, turbo. No exterior, é possível que o carro use também motores 1.4, que seriam considerados fracos demais em nosso mercado para um modelo deste porte.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ARTIGO

Gaudêncio Torquato: "Ciclo das lorotas chega ao fim"

Jornalista e professor da USP
OPINIÃO

Renato Falchet Guaracho: "O mito do juiz de garantias e o ativismo judicial do STF"

Felpuda

LEI

Juiz de garantias vai beneficiar defesas, dizem promotores ao STF

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião