Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESPORTES

Keirrison reforçará o Santos a partir da semana que vem

Keirrison reforçará o Santos a partir da semana que vem
10/07/2010 07:57 -


JAKSON PEREIRA

O atacante sul-mato-grossense Keirrison deve ser apresentado oficialmente como reforço do Santos na próxima segunda-feira. Ontem, o jogador assinou a rescisão de contrato com a Fiorentina, da Itália, e ficou livre para negociar, já que o Barcelona, detentor dos direitos federativos do atacante, não conta com ele para a disputa da temporada.
De acordo com o pai do atleta e ex-jogador Adir Carneiro, o time santista precisou abrir o cofre para ter o jogador. “Ele tinha mais um ano de contrato de empréstimo com a Fiorentina e eles só liberaram com uma compensação financeira. Os documentos devem chegar na segunda-feira e na sequência ele será apresentado”, disse Adir.
Mesmo com o final feliz da negociação, o pai do jogador não poupou críticas ao empresário Marcos Maláquias. “Ele (Maláquias) acha que sabe tudo de futebol e tirou de meu filho a chance de disputar a Copa do Mundo. O Keirrison era o melhor atacante do Brasil em 2008 (quando deixou o Palmeiras e foi para a Europa) e estava com um pé na seleção, mas foi mal assessorado e vai ter que começar tudo de novo”, disparou Adir.
“Vou conversar com o Keirrison e pedir para ele tomar uma decisão sobre sua carreira. Não pode ficar pagando pela falta de preparo de empresário”, complementou o ex-jogador ao comentar que Marcos Maláquias começou no futebol por amizade com jogadores e que tem atrapalhado a carreira do Keirrison desde que começou a cuidar dos interesses do jogador.
Apesar de dar a contratação como certa, a diretoria do Santos ainda não confirmou oficialmente a negociação. Como se trata de uma transação internacional, o jogador só poderá atuar pelo time depois do dia 2 de agosto, quando a janela de transferência internacional estará aberta.

Felpuda


A continuar disparando tantas críticas ácidas contradizendo o seu partido, que em nível nacional ganhou até um ministério, político cá dessas bandas poderá ser colocado de escanteio e, se continuar nessa cruzada nada palatável para as lideranças, ser convidado gentilmente a “procurar o caminhão do qual caiu”, como se diz no popular. Os comentários são de que o dito-cujo age assim mais para ganhar holofotes. Esqueceu-se, pelo que se vê, que poderá ocorrer curto-circuito. Ui!