ESPORTES

Keirrison reforçará o Santos a partir da semana que vem

Keirrison reforçará o Santos a partir da semana que vem
10/07/2010 07:57 -


JAKSON PEREIRA

O atacante sul-mato-grossense Keirrison deve ser apresentado oficialmente como reforço do Santos na próxima segunda-feira. Ontem, o jogador assinou a rescisão de contrato com a Fiorentina, da Itália, e ficou livre para negociar, já que o Barcelona, detentor dos direitos federativos do atacante, não conta com ele para a disputa da temporada.
De acordo com o pai do atleta e ex-jogador Adir Carneiro, o time santista precisou abrir o cofre para ter o jogador. “Ele tinha mais um ano de contrato de empréstimo com a Fiorentina e eles só liberaram com uma compensação financeira. Os documentos devem chegar na segunda-feira e na sequência ele será apresentado”, disse Adir.
Mesmo com o final feliz da negociação, o pai do jogador não poupou críticas ao empresário Marcos Maláquias. “Ele (Maláquias) acha que sabe tudo de futebol e tirou de meu filho a chance de disputar a Copa do Mundo. O Keirrison era o melhor atacante do Brasil em 2008 (quando deixou o Palmeiras e foi para a Europa) e estava com um pé na seleção, mas foi mal assessorado e vai ter que começar tudo de novo”, disparou Adir.
“Vou conversar com o Keirrison e pedir para ele tomar uma decisão sobre sua carreira. Não pode ficar pagando pela falta de preparo de empresário”, complementou o ex-jogador ao comentar que Marcos Maláquias começou no futebol por amizade com jogadores e que tem atrapalhado a carreira do Keirrison desde que começou a cuidar dos interesses do jogador.
Apesar de dar a contratação como certa, a diretoria do Santos ainda não confirmou oficialmente a negociação. Como se trata de uma transação internacional, o jogador só poderá atuar pelo time depois do dia 2 de agosto, quando a janela de transferência internacional estará aberta.
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".