Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

PSD

Kassab lança partido nesta segunda-feira

19 MAR 2011Por estadão00h:00

Em ato na Assembleia Legislativa na segunda-feira, 21, às 12:30, o prefeito paulistano, Gilberto Kassab (DEM), anuncia a criação do PSD (Partido Social Democrático). Será feita uma entrevista para a imprensa e a leitura de um manifesto de lançamento da sigla.

Acompanham o prefeito no ato o vice-governador Guilherme Afif Domingos (DEM), o secretário de Negócios Jurídicos, Cláudio Lembo, deputados federais e prefeitos.

Nas contas do grupo ligado a Kassab, migram para a nova legenda nas próximas três semanas cerca de dez deputados federais por São Paulo. Também são esperados para ingressar nas fileiras do partido os prefeitos de Itu, Herculano Castilho Passos Júnior (PV), de Mogi das Cruzes, Marco Bertaiolli (DEM), e de Ribeirão Preto, Dárcy Veras (DEM) – apesar de o grupo de Kassab contar com a vinda da prefeita, ela tem emitido sinais de que ainda não decidiu o futuro político.

Há também a expectativa de que os deputados Arnaldo Jardim e Dimas Ramalho, ambos do PPS, entrem na nova legenda.

No domingo, o prefeito vai até Salvador, participar de encontro político com potenciais filiados do PSD na Bahia, como o vice-governador, Otto Alencar (PP). Também estava prevista uma reunião no Amazonas, que acabou sendo desmarcada.

Conforme revelou o Estado na última terça-feira, os planos de fusão com o PSB ou PMDB estão fora da pauta no momento. O PSD buscará as legendas para se coligar na eleição de 2012 e, assim, contar com tempo de TV na campanha eleitoral.

Indeciso. O deputado federal Eli Corrêa Filho (DEM-SP) confirmou que se reuniu na manhã com o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), para discutir sua possível mudança de legenda. Eli Corrêa admitiu ao Estado que ainda está indeciso e que o prefeito sugeriu que ele pensasse durante o fim de semana antes de tomar sua decisão.

“É uma decisão muito difícil porque qualquer opção mexe com o futuro. Respeito muito o prefeito Kassab, mas também tenho apreço pelo Democratas”, afirmou Corrêa ao Estado.

Kassab disse que tomaria a decisão sobre a mudança de partido ainda nesta sexta-feira, após reunião com Afif.

Vereadores. As deserções devem atingir também a bancada de vereadores do PSDB em São Paulo. Segundo um tucano com bom trânsito na Câmara Municipal, deram sinais de que acompanharão o prefeito os vereadores Ricardo Teixeira, Juscelino Gadelha, Gilberto Natalini, Claudinho de Souza e Adolfo Quintas. Destes cinco nomes, a saída de Teixeira é dada como certa.

Leia Também