Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

AÇÃO

Justiça Restaurativa leva a conciliação para as escolas

15 AGO 12 - 00h:00DANIELLA ARRUDA

Ajudar na solução de conflitos dentro das escolas, contribuindo para pacificar as relações entre as partes envolvidas (colegas de classe, alunos e professores) e principalmente evitar que situações como brigas e ofensas e outras situações se agravem, transformando-se em processos judiciais. Esses são os principais objetivos do Projeto “Justiça Restaurativa nas Escolas”, que começa a ser desenvolvido na rede estadual de ensino de Mato Grosso do Sul a partir do próximo mês, atendendo, inicialmente, três escolas de Campo Grande.

Fruto de parceria entre o Tribunal de Justiça de MS e a Secretaria de Estado de Educação, o projeto tem como diferencial a resolução de conflitos de forma extrajudicial, com a participação efetiva dos envolvidos no problema e de outros membros da comunidade. Uma das premissas da Justiça Restaurativa, que teve origem na Austrália e hoje é adotada por pelo menos quatro estados brasileiros, entre eles Mato Grosso do Sul, é justamente substituir a punição do infrator pela restauração da relação entre as partes.

Leia mais no jornal Correio do Estado
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Mansueto: mesmo com reforma, governo não retomará investimentos por 3 ou 4 anos

Goleiro do Flu é flagrado em antidoping por suspeita de uso de cocaína
FUTEBOL 2019

Goleiro do Flu é flagrado em antidoping por suspeita de uso de cocaína

Hoje nós somos reféns da Santa Casa, diz vereador Lívio
Paralisação

Hoje nós somos reféns da Santa Casa, diz vereador Lívio

BRASIL

Brasil e Reino Unido vão ter cooperação em saúde pública

Mais Lidas