Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

RIO DE JANEIRO

Justiça reduz pena do ex-goleiro Bruno por sequestro de Eliza

Justiça reduz pena do ex-goleiro Bruno por sequestro de Eliza
14/08/2012 14:18 - g1


A Justiça do Rio reduziu para 1 ano e 2 meses a pena do ex-goleiro Bruno no processo em que ele foi condenado em primeira instância a 4 anos e 6 meses de prisão pelos crimes de sequestro, cárcere privado, lesão corporal, constrangimento ilegal e concurso material. A decisão foi tomada nesta terça-feira (14).

Como o ex-atleta já está preso há mais tempo, a Justiça considerou a pena extinta neste processo. Além do recurso da defesa do goleiro, a 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio também julgou, nesta terça, recurso da defesa de Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, e do Ministério Público do Rio de Janeiro. A pena de Macarrão também foi reduzida para 1 ano e dois meses, em regime aberto, e foi considerada extinta.

O processo refere-se aos crimes de sequestro, lesão corporal e ameaças que Eliza Samudio teria sofrido na época que engravidou do goleiro. Em 2009, a ex-namorada do atleta registrou queixa na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher e disse que a intenção do goleiro e do Macarrão seria para obrigá-la a abortar um filho dele. Bruno ainda responde pelo desaparecimento de Eliza Samudio em processo que corre na Justiça de Minas Gerais.
 

Felpuda


Acontecimentos policiais de grande repercussão deverão refletir seriamente na jornada de uns e de outros. Os cortes nos “tentáculos do polvo” os deixaram sem respaldo para enfrentar a maratona que há tempos participam, e com sucesso. Ao mesmo tempo que ficaram sem o aconchego financeiro, afastaram-se do abraço, até então muito amigo, preocupados com o ditado popular que afirma:  “Diga-me com quem andas e eu te direi quem és”.