Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Justiça nega candidatura a coronel condenado

29 JUL 10 - 23h:15
Fernanda Brigatti

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) recusou o registro da candidatura do coronel Isoli Paulo Fontoura (PV), que atualmente cumpre pena de natureza criminal e está com seus direitos políticos cassados. Essa foi a primeira tentativa de registro negada pela Justiça Eleitoral em Mato Grosso do Sul nas eleições deste ano.
O pleno também recusou Cibely Rabelo de Assis Abussafi (PSL), cuja transferência de domicílio eleitoral, em 2009, foi feita fora do prazo (12 meses antes da eleição). Nenhum dos dois tinha impugnação contra suas candidaturas, mas foram barrados pelo TRE. Ambos ainda podem recorrer da decisão no Tribunal Superior Eleitoral.
Já seis candidatos cujos registros foram questionados pela Procuradoria Regional Eleitoral conseguiram ser confirmados na disputa deste ano. O TRE recusou os pedidos de impugnação e aprovou os registros de candidatura de Maria do Socorro Zózimo da Silva (PP), Vilma Brito da Silva Leal (PT) e Lauro Sérgio Davi (PSB), a deputado estadual, e Iara Neves de Souza (PT), Simone Paim dos Santos de Almeida (PDT), Vicente de Souza Lichoti (PT), a federal.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Para CCR, chance de perder ação para revisão de contrato é “remota”
CONCESSÃO

CCR vê chance remota de perder ação contra ANTT

No quarto “apagão” do ano, Detran deixa de realizar 6 mil atendimentos
FORA DO AR

No quarto “apagão” do ano, Detran deixa de realizar 6 mil atendimentos

Sequestrador de ônibus na Ponte Rio-Niterói é morto; foram três horas e meia de cerco
TENSÃO

Sequestrador de ônibus na Ponte Rio-Niterói é morto; foram três horas e meia de cerco

Globo trabalha em série de eventos para celebrar os 50 anos do “JN”
CANAL 1 - FLÁVIO RICCO

Globo trabalha em série de eventos para celebrar os 50 anos do “JN”

Mais Lidas