Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

GUILHOTINA

Justiça fluminense liberta 40

20 ABR 11 - 00h:00AGÊNCIA BRASIL

A Justiça do Rio de Janeiro concedeu ontem (19) habeus corpus colocando em liberdade 40 presos da Operação Guilhotina, deflagrada pela Polícia Federal em fevereiro deste ano. Entre os acusados está o delegado Carlos Antônio de Oliveira, ex-subchefe operacional da Polícia Civil do Rio de Janeiro e que, quando foi preso, tinha acabado de assumir a Subsecretaria de Operações da Secretaria Especial de Ordem Pública da prefeitura carioca.

Na ação proposta pelo Ministério Público foram denunciados 47 pessoas, a maioria policiais civis e militares. Deles, sete estavam em liberdade. Todos respondem pelos crimes de formação de quadrilha armada, peculato, corrupção passiva, comércio ilegal de arma de fogo, extorsão qualificada, entre outros delitos. A decisão da 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio foi unânime.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Foi preciso coragem para publicar MP dos balanços, diz Bolsonaro

BRASIL

'Se for para ser um banana, um poste, estou fora', diz Bolsonaro

Obras da alça que dá acesso ao Rio Paraguai é prioridade, diz governador
ROTA BIOCÊANICA

Obras da alça que dá acesso ao Rio Paraguai é prioridade, diz governador

BRASIL

Ministro da Cidadania suspende edital com séries LGBT, após críticas de Bolsonaro

Mais Lidas