Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Justiça Eleitoral tira do ar propaganda de Lula

16 MAR 10 - 07h:54
O PSDB e o PMDB obtiveram ontem na Justiça Eleitoral a suspensão da propaganda partidária do PT, que vinha exibindo na TV. Na peça, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tenta aproximar sua pré-candidata à Presidência, ministra Dilma Rousseff, de São Paulo, Estado que reúne o maior colégio eleitoral do País. Na propaganda, Dilma afirma ter “muito carinho e respeito” por São Paulo e Lula emenda que ela é uma “mineira com a cara e a alma de São Paulo”. Ao acolher a representação das duas legendas, o desembargador e corregedor regional eleitoral Alceu Penteado Navarro destacou que a peça ultrapassou “os limites estabelecidos pelo artigo 45 da lei 9.096/95”, que trata da propaganda partidária gratuita. No seu entendimento, o PT usou o programa para promover a ministra, ferindo o artigo que trata, entre outras coisas, da “proibição de propaganda de candidatos a cargos eletivos e a defesa de interesses pessoais ou de outros partidos”.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Delegacia passa a atender em novo endereço a partir desta quarta-feira
FIQUE ATENTO!

Delegacia assa a atender em novo endereço a partir desta quarta-feira

CCJ da Câmara adia votação da PEC da segunda instância
BRASÍLIA

CCJ da Câmara adia votação da PEC da segunda instância

Porto Murtinho entra em situação de emergência por conta de erosão em barragem
DECRETO

Porto Murtinho entra em emergência por conta de barragem

Estados discutem mudanças em regras para cobrança do ICMS
TRIBUTO

Estados discutem mudanças em regras para cobrança do ICMS

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião