Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, domingo, 18 de novembro de 2018

DECISÃO

Justiça dá guarda de filha do casal Matsunaga a avós paternos

18 AGO 2012Por g110h:30

A Justiça de São Paulo concedeu, por meio de liminar, a guarda da filha de Elize Araújo Kitano Matsunaga, de 30 anos, aos avós paternos da criança. Elize confessou ter matado e esquartejado o marido, o executivo Marcos Kitano Matsunaga, em 19 de maio, no apartamento onde moravam, na Vila Leopoldina, zona oeste de São Paulo.

A decisão sobre a guarda da criança foi tomada na semana passada, mas até a sexta-feira (17) a menina, de 1 ano, seguia com uma tia de Elize. Acusada de ser a assassina de Matsunaga, que era diretor executivo da Yoki, Elize permanece presa, à espera do julgamento.

Segundo a defesa de Elize, a acusada vai recorrer da decisão. Os advogados dela afirmam que o melhor para a criança é ficar com a tia de Elize, com quem já está há três meses, por causa dos laços afetivos criados ao longo deste tempo. Procurados, os advogados da família de Matsunaga não foram encontrados na noite de sexta-feira.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também