Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

CASO CLAUDINÉIA

Júri popular é adiado por atestado médico e mudança na defesa

25 MAR 11 - 09h:14VIVIANNE NUNES E EVELIN ARAUJO

O júri popular dos acusados de matar a garota de programa Claudinéia Rodrigues, em maio de 2009, que aconteceria hoje, foi adiado para o dia primeiro de abril. 

O advogado Abdala Maksoud Neto, que defende Leonardo Leite Cardoso, alega que está doente e apresentou um atestado médico. O advogado Afrânio Alves Correa vai defender Hugo Pereira da Silva, que contava com a ajuda de um defensor público.

Por ter assumido a defesa  recentemente, o advogado pediu mais tempo para estudar o caso. Após as alegaçõs dos defensores, o juiz Aluízio Pereira dos Santos resolveu adiar o julgamento. 

Leonardo e Hugo são acusados de matar a garota de programa a pedradas em um matagal atrás do Aeroporto Internacional de Campo Grande em 2009 e respondem ao processo em liberdade.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Mulher é baleada por ex-marido e finge estar morta para sobreviver: 'Parei de respirar'
BRASIL

Mulher é baleada por ex-marido e finge estar morta para sobreviver: 'Parei de respirar'

Pequenos negócios criaram 95% das vagas em julho, diz Sebrae
ECONOMIA

Pequenos negócios criaram 95% das vagas em julho, diz Sebrae

BRASIL

Presidente dos EUA oferece a Bolsonaro ajuda à Amazônia

Rally dos Sertões atrai centenas de pessoas e da start ao aniversário da Capital
120 DE CAMPO GRANDE

Sertões atrai centenas, mesmo com calor e poeira

Mais Lidas