Terça, 20 de Fevereiro de 2018

VÔLEI DE PRAIA

Juliana é eleita a melhor do ano pelo segundo ano consecutivo

11 NOV 2010Por ARLINDO FLORENTINO17h:13

Quatro dias após o fim do Circuito Mundial de vôlei de praia 2010, a Federação Internacional de Voleibol (FIVB) divulgou, nesta quinta-feira), a lista com os destaques da temporada internacional. E pelo segundo ano consecutivo, a brasileira Juliana foi eleita por jogadores, técnicos, árbitros e organizadores como a melhor jogadora do mundo.

Campeã da temporada 2010 do Circuito Mundial ao lado de Larissa, Juliana ficou à frente da própria parceira e da medalhista olímpica chinesa Zhang Xi na disputa pelo cobiçado troféu de melhor jogadora do mundo. Esta foi a primeira vez que uma atleta foi eleita a melhor do mundo pelo segundo ano consecutivo.

A cearense levou ainda mais duas taças: a de melhor bloqueadora, pelo segundo ano consecutivo, superando a compatriota Talita e a chinesa Chen Xue, e de melhor jogadora ofensiva, à frente de Larissa e Zhang Xi.

Sua parceira Larissa também brilhou na eleição e foi apontada como o principal destaque da competição em duas categorias - melhor levantadora, pelo quinto ano seguido, e melhor atacante -, além de ter ficado em segundo lugar no prêmio de melhor jogadora defensiva.

No prêmio de levantadora, a brasileira superou as holandesas Marleen Van Ierser e Sanne Keizer. Para ser considerada a melhor atacante, Larissa bateu as medalhistas olímpicas Misty May, dos Estados Unidos, e Zhang Xi, da China.

A cearense Taiana, vice campeã do Grand Slam da Áustria, foi a terceira brasileira premiada. Ela foi considerada a jogadora que mais evoluiu na temporada, superando a russa Anastasia Vasina e a holandesa Marloes Wesselink.

Completam a lista de premiadas Denise Johsn, da Grã-Bretanha , considerada a jogadora mais inspiradora, Marketa Slukova e Kristyna Kolokova, da República Tcheca, que dividiram o prêmio de revelação, Misty May, dos Estados Unidos, esportista do ano, Zhang Xi, da China, jogadora defensiva, e Marleen Van Iersel, da Holanda, que superou a brasileira Maria Clara na eleição de melhor saque.
 

Leia Também