Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 14 de novembro de 2018

Campo Grande

Juiz ouve sete testemunhas e acusado de matar segurança para definir julgamento

13 AGO 2012Por DA REDAÇÃO19h:00

Sete testemunhas de acusação, uma de defesa e o réu, Richard Ildivan Gomide Lima, foram ouvidos hoje (13) na sala de audiência da 2ª Vara do Tribunal do Júri. O Ministério Público Estadual (MPE) pediu desistência da oitava testemunha, sendo deferido pelo juiz.

Dentre as pessoas que prestaram depoimento, estava A.B.L. da C., que afirmou ter tido um desentendimento com o acusado momentos antes dos fatos descritos na denúncia. Também prestou testemunho a ex-namorada do réu, G.B.P.

Segundo costa na denúncia, o réu atropelou o segurança David Del Vale Antunes na madrugada do dia 31 de maio na Avenida Afonso Pena. O segurança morreu no local e o acusado foi autuado em flagrante. No dia 5 de junho, o juiz converteu a prisão em flagrante de Richard em prisão preventiva.

O juiz responsável pelo caso, Aluizio Pereira dos Santos, explicou que, de hoje até quinta-feira (16), o processo ficará com o promotor para as alegações finais. A defesa pegará o processo na sexta-feira (17) e deverá devolver até o dia 22, também para as alegações finais. Depois disso, o magistrado afirma que já será possível decidir se o homicídio ocorreu por dolo eventual ou culpa, ou seja, se vai ou não a Júri.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também