Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CONFLITO AGRÁRIO

Juiz libera força policial para retirar sem-terra

Juiz libera força policial para retirar sem-terra
23/01/2014 00:00 - DA REDAÇÃO


O juiz Robson Celeste Candelorio mandou tirar por meio de liminar [ordem provisória] as famílias que estariam ocupando desde a metade do ano passado partes das fazendas Furna e Córrego Fundo, em Nova Andradina, cidade distante 297 km de Campo Grande. A reportagem está na edição desta quinta-feira (23) do jornal Correio do Estado.

O comando regional do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) informou que a medida judicial é equivocada porque os sem-terra – em torno de 800 famílias – não invadiram as áreas e, sim, montaram barracos “perto das propriedades”.

A situação na região é tensa: de um lado funcionários das fazendas sustentam que têm sido impedidos de transitar pelas estradas da região e que os sem-terra puseram fogo numa das porteiras.  

Já do outro, os integrantes do movimento formalizaram denúncia à Ouvidoria Agrária regional e nacional, que afirma que a dona da área teria contratado uma milícia armada para intimidar
o movimento. A reportagem é de Celso Bejarano

Felpuda


Tudo indica que o MDB não conseguiu convencer o PSDB de iniciar namoro com vistas a casamento nas eleições, e a ideia teria sido descartada. Os tucanos demonstraram que o problema deles não é o cargo: os emedebistas ofereceram a vaga de vice na disputa à Prefeitura de Campo Grande, a mesma cobiçada pelos tucanos, mas na chapa do PSB do atual prefeito. A questão, politicamente falando, seria, digamos, o oferecido “noivo”. Afe!