Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

Mundo

Juiz decide a favor da Kodak em processo iniciado pela Apple

14 MAI 2011Por Terra19h:00

O juiz Robert Rogers, do International Trade Commission, decidiu a favor da Kodak em um processo iniciado pela Apple, dizendo que as alegações de infração da patente por parte da empresa de Nova York são infundadas.

A Apple acusava a Kodak de usar duas de suas tecnologias ilegalmente em vários produtos, como as câmeras das séries Z, M e C. O TUAW informa que uma das patentes permite com que a câmera possa processar duas imagens simultaneamente e a outra, deixar os usuários ajustarem a cor, balanço e resolução das fotos ao mesmo tempo.

A Kodak também iniciou um processo contra a Apple e a RIM, onde acusa as empresas de infração de uma patente sobre colocar câmeras em celulares. O ITC irá anunciar a decisão sobre este caso em 23 de maio.

Segundo a Reuters, os investidores veem este caso como uma boa oportunidade para a Kodak conseguir uma indenização melhor. As ações da empresa subiram 20% em março quando o ITC insinuou que decidiria a favor dela.

Além disso, a Kodak espera gerar entre US$ 250 milhões e US$ 350 milhões de receita a cada ano, até 2013, só com licenciamento de tecnologias. Em 2009 e 2010, a Kodak fez um acordo com a LG e a Samsung e conseguiu US$ 400 milhões e US$ 550 milhões respectivamente

Leia Também