Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

domingo, 17 de fevereiro de 2019 - 13h06min

Juiz considera situação da Unei “uma imundície”

22 JUL 10 - 07h:10
Baratas andando pelas paredes, água escorrendo através de infiltrações, cheiro de mofo e gambiarras para luz elétrica fazem parte do dia a dia dos menores que cumprem medida socioeducativa na Unei Dom Bosco. Ontem, o juiz da Infância e da Juventude, Danilo Burim, visitou os alojamentos da unidade, acompanhado pela imprensa, para mostrar a situação em que se encontra o local. “Trouxe vocês aqui para poderem ver que o que eu estou dizendo não é mentira, como disse o coronel Vilassanti (superintendente de Medidas Socieducativas da Sejusp). Isso aqui não pode abrigar ninguém, está uma imundície, com o perdão da palavra”, atacou Danilo Burin.
Já os infratores reclamam que à noite o local fica totalmente escuro e, num dos alojamentos, a única água disponível é do vaso sanitário. “Com essa água aqui, dona, a gente mata a sede, lava vasilha, lava roupa e também usa para dar descarga na privada’, disse um dos adolescentes.
O superintendente de Medidas Socieducativas , coronel Hilton Vilassanti, disse que recebeu com “estranheza” a notícia da interdição. “Reformamos parte da Unei Dom Bosco e estamos ampliando os alojamentos. Portanto, não sei o porquê dessa determinação”, questionou o coronel.
Mas os novos alojamentos aos quais ele se refere ainda nem saíram do papel e, segundo Vilassanti, isso já é um problema da empreiteira. Ele fez questão de lembrar a construção do laboratório médico, que teria consumido investimentos na ordem de R$ 260 mil mais R$ 22 mil na aquisição de materiais. Mas, de acordo com os agentes que trabalham no local, o médico dá atendimento aos internos somente uma vez na semana. (KC)
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Crianças são encontradas mortas em desabamentos após temporal
INTERIOR SP

Crianças são encontradas mortas em desabamentos após temporal

PREÇOS DOS COMBUSTÍVEIS

Após três quedas seguidas, gasolina volta a subir em Campo Grande

Etanol apresentou redução e diesel ficou estável, segundo ANP
Candidatos chegam mais cedo por preocupação com mudança no horário
CONCURSO PÚBLICO

Candidatos chegam mais cedo por preocupação com horário

Em janeiro, 490 empresas foram abertas em Mato Grosso do Sul
ECONOMIA REGIONAL

Em janeiro, 490 empresas foram abertas em Mato Grosso do Sul

Mais Lidas