Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

domingo, 17 de fevereiro de 2019 - 12h58min

Conflito Internacional

Juiz boliviano busca refúgio em MS

7 JUL 10 - 07h:27

Dizendo-se perseguido pelo Governo do presidente Evo Morales, o juiz boliviano Luis Hernando Tapia Pachi, 53 anos, refugiou-se na Polícia Federal em Corumbá, mas as autoridades, por questão de segurança, não informam se ele continua na cidade. O magistrado alega que teve sua prisão decretada de forma arbitrária, sob a acusação de prevaricação e desobediência. Ele negou-se a participar de audiências do Tribunal de Justiça da capital sobre o caso da morte de três supostos terroristas por forças militares, ocorrida em abril de 2009, no Hotel Las Américas, em Santa Cruz de la Sierra, onde atua. O juiz colocou sob suspeita a versão de que os três fossem realmente separatistas e por isso, segundo ele, está sendo perseguido.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

PREÇOS DOS COMBUSTÍVEIS

Após três quedas seguidas, gasolina volta a subir em Campo Grande

Etanol apresentou redução e diesel ficou estável, segundo ANP
Candidatos chegam mais cedo por preocupação com mudança no horário
CONCURSO PÚBLICO

Candidatos chegam mais cedo por preocupação com horário

Em janeiro, 490 empresas foram abertas em Mato Grosso do Sul
ECONOMIA REGIONAL

Em janeiro, 490 empresas foram abertas em Mato Grosso do Sul

Em MS, 12 escolas estaduais oferecerão aulas em tempo integral
ENSINO MÉDIO

Em MS, 12 escolas oferecerão aulas em tempo integral

Mais Lidas