Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

DÍVIDA FANTASMA

Juiz acaba com esquema de propina que renderia R$ 10 milhões a Artuzi

9 OUT 2010Por MARIA MATHEUS E AGÊNCIA ESTADO00h:00

 Antes de entregar o cargo de prefeito interino de Dourados à vereadora Délia Razuk (PMDB), o juiz Eduardo Rocha desmantelou esquema de "dívida fantasma" milionária, que renderia ao prefeito afastado Ari Artuzi R$ 10 milhões de propina a ser paga pelo credor. A prefeitura supostamente devia R$ 108,6 milhões ao falido Banco Pontual, mas negociava baixar o montante para R$ 30 milhões. Esta semana, o chefe de gabinete interino da Prefeitura de Dourados, Carlos Alberto Farnesi, entregou ao Ministério Público Federal documentos que comprovariam a inexistência da dívida.

Leia mais no jornal Correio do Estado

Leia Também