Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

levantamento

Jovens têm pouco interesse em fazer testes de HIV, aponta levantamento

16 JAN 2011Por correio da bahia03h:14

As pessoas com 30 anos ou mais idade - principalmente as mulheres - são as mais preocupadas com a contaminação do vírus HIV, transmissor da aids, segundo o levantamento feito pela Secretaria Estadual da Saúde com base em 36 mil testes de diagnósticos gratuitos, realizados durante a campanha Fique Sabendo 2010, entre os meses de novembro e dezembro, do ano passado.

Uma em cada três pessoas que procuraram o teste pela primeira vez tinham mais de 40 anos de idade e a maioria dos interessados, 56,8% , na faixa dos 30 anos. Comparando-se homens e mulheres, o sexo feminino teve maior participação (53,6%), mas os resultados comprovando a infecção prevaleceu entre os do sexo masculino com número de casos três vez mais.

Entre os homens com diagnósticos positivos 53,3% tinham idade na faixa de 25 a 39 anos e a minoria 16,9% de 14 a 24 anos. Já os casos confirmados em mulheres, 56,2% tinham entre 25 e 39 anos e 13,3% de 14 a 24 anos.

Por meio de nota, a coordenadora do Programa Estadual de DST/Aids, Maria Clara Gianna, alertou que “o diagnóstico tardio da doença prejudica o tratamento e a qualidade de vida dos pacientes”.

Diante disso, observou ser importante que haja maior interesse da população jovem porque “as pessoas iniciam a vida sexualmente ativa cada vez mais cedo”. As informações são da Agência Brasil.
 

Leia Também