Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

estudo

Jovens pais têm dificuldade em manter estilo de vida saudável

18 ABR 2011Por folha.com04h:00

Um estudo recente sugere que ter filhos pequenos pode tornar mais difícil manter um estilo de vida saudável.

O estudo, que entrevistou mais de 1.500 jovens adultos, descobriu que aqueles com crianças de idade média de 5 anos fazem exercícios com menos frequência do que os que não tem filhos. E entre as mulheres, as mães jovens tendem a ingerir mais calorias, bebidas açucaradas e gordura saturada --a gordura que entope as artérias, encontrada na manteiga, carne e leite.

A conclusão da pesquisa "não é muito chocante", segundo Jerica M. Berge, da University of Minnesota Medical School, em Minneapolis.

Para ela, a ideia geral de que os pais ocupados com crianças em idade pré-escolar não tem muito tempo --ou energia-- para se dedicar a si mesmos pode explicar os resultados.

"Pode ser necessário redefinir a ideia que eles têm de exercício", afirmou Berge. "Não significa ter que ir à academia. Eles podem encontrar uma maneira de encaixá-lo no tempo que passam com a família, como por exemplo, caminhar juntos."

Da mesma forma, a falta de tempo e energia pode tornar a alimentação dos pais distante do ideal. Refeições rápidas, observou Berge, normalmente são ricas em calorias e gorduras --como macarrão instantâneo ou nuggets de frango.

Então ela sugere que os pais tentem manter lanches saudáveis, como legumes e frutas frescas, à mão para aqueles momentos em que precisam de uma refeição rápida.

Os resultados, que aparecem na revista "Pediatrics", vêm de um estudo de longo prazo que acompanhou um grupo de adultos jovens de Minnesota, desde o ensino fundamental ou médio.

A pesquisa mais recente envolveu 1.520 participantes que de 25 anos de idade, em média, na época. Destes, 149 tinham um filho --um bebê na maioria dos casos.

Em média, os pais faziam menos exercícios do que os adultos jovens sem filhos. As mães relataram menos de duas horas e meia de exercícios entre moderado a vigoroso --como caminhada, corrida ou natação-- a cada semana; já as mulheres sem filhos faziam, em média, pouco mais de três horas de atividades por semana.

Enquanto isso, os pais totalizavam menos de 5 horas e meia por semana, contra quase 7 horas entre os homens sem filhos.

Em relação à alimentação, os pais não se distinguiam dos outros homens. No entanto, as mães ingeriam em média cerca de 400 calorias a mais por dia do que as mulheres sem filhos, e também consumiam mais bebidas açucaradas e um pouco mais de gordura saturada.

Mulheres com crianças também pesavam um pouco mais do que aquelas sem filhos. Mas, segundo Berge, uma vez que a maioria das mães estudadas tinham filhos com menos de 1 ano, alguns dos quilos extras ainda podiam ser da gravidez.

Berge disse que o apoio social é importante para ajudar os jovens pais manter um estilo de vida saudável.

Leia Também