Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 15 de dezembro de 2018

Jovens morrem em acidente com moto na Avenida Ernesto Geisel

18 MAI 2010Por 06h:49
NADYENKA CASTRO

Gledsom Leite Vieira, 24 anos, e Caio Henrique Leite Castro, 16 anos, morreram na manhã de ontem na Santa Casa de Campo Grande, após terem se envolvido em um acidente por volta das 3h, na Avenida Ernesto Geisel, entre a Avenida Afonso Pena e a Rua João Rosa Pires, em Campo Grande. De acordo com a Polícia Civil, os jovens estavam em uma motocicleta YBR.

Eles seguiam pela Avenida Afonso Pena e ao entrar na Avenida Ernesto Geisel, o condutor perdeu o controle da direção, bateu com a moto no meio-fio e depois em um poste de energia elétrica, no canteiro da via.

Gledsom foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado para a Santa Casa, com fratura no rosto, no braço direito e fratura exposta na perna esquerda. Caio foi levado para o mesmo hospital pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).
O adolescente morreu por volta das 5h30min e Gledsom, por volta das 8h30min. Eles foram mais duas vítimas de acidentes fatais ocorridos entre sábado e ontem, na Capital, envolvendo motos.

Na tarde de sábado, Alceu de Souza Aquino, de 57 anos, morreu após ser colhido por um caminhão, no Bairro Estrela Dalva. Ele era condutor de uma motocicleta e seguia pela preferencial. Ainda no sábado, no fim da noite, Wellington Gonçalves da Silva, 21 anos, e Michele Lima Pontes, 17 anos, ocupavam uma CBX-250 e foram colhidos por um Renault Logan, cujo condutor estava embriagado. O acidente aconteceu na BR-262, em frente ao Autódromo Internacional de Campo Grande.

Caminhão
No fim da tarde de ontem, um caminhão invadiu uma residência de alvenaria na Rua Emídio Sevidal, Bairro Alves Pereira. O veículo estava em uma oficina mecânica, na mesma via da casa, e “desceu” a rua quando o responsável pelo serviço tentou uma manobra.
Como o caminhão estava sem ar no sistema de freios, o mecânico não conseguiu parar o veículo, que entrou de ré na residência, onde não havia nenhum morador.
O caminhão entrou pelo quarto, arrancando até a janela do imóvel. O veículo ficou inteiro dentro da casa. Não houve feridos.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também