segunda, 16 de julho de 2018

ORQUESTRA JOVEM DA FUNDAÇÃO BARBOSA RODRIGUE

Jovens concertistas de MS conquistam plateia internacional

10 NOV 2010Por OSCAR ROCHA00h:00

O maestro Eduardo Martinelli e mais os cinco músicos da Orquestra Jovem da Fundação Barbosa Rodrigues retornaram à Capital depois de 11 apresentações por cidades do Paraguai, Argentina e Chile. Nesta última, foram 8, dentro da programação de festival de música de concerto internacional. No repertório, criações de compositores como Bach e Tchaikovsky, mas foi na recriação de obras de músicos brasileiros que a formação com violoncelo, violinos, violão, flauta e percussão conseguiu maior sintonia com a plateia. “Sempre éramos escolhidos para encerrar as apresentações. O festival contou com músicos da Argentina, Paraguai, Bolívia, Uruguai. As composições nacionais apresentavam musicalidade empolgante”, destaca  Martinelli.

O grupo focou em temas dos brasileiros Hermeto Paschoal, Sivuca, Pixinguinha, Jacob do Bandolim. “São músicos que tiram de ritmos populares como baião, maracatu, entre outros, elementos de suas composições, isso gera uma comunicação muito boa com o público”, afirma o regente. Esta não é a primeira vez que Martinelli leva músicos locais para participar do evento no Chile, mas, ao contrário da outra vez, há dois anos, preferiu músicos mais jovens. “O organizador do festival já fez um convite para próxima edição”, destaca o regente.
Em janeiro, os músicos que participaram da excursão deverão também participar  de turnê pelo litoral paulista. A Orquestra Jovem da Fundação Barbosa Rodrigues também deverá participar da jornada musical.

Encerramento
Hoje, às 20h, acontece o encerramento do Encontro com  a Música Clássica, no Teatro Glauce Rocha. O evento, que começou no sábado, apresentará  coral e orquestra formada a partir das oficinas oferecidas ao longo do encontro.

Logo depois haverá performance destacando música, fotografia, regional e erudito. Batizado de “Araras da cidade, música do mato” trata-se de uma das etapas do projeto do músico Thiago Quevedo. Na apresentação, o público conhecerá  músicas elaboradas com viola de cocho. O maestro Eduardo Martinelli fez o arranjo para orquestra das composições. No palco, um telão mostrará grande parte das fotografias que estarão no livro. A entrada é franca.

Leia Também