Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

CONSUMISMO

Jovens brasileiros gastam maior parte da mesada com roupas e acessórios

13 OUT 2010Por 09h:56

Os gastos com a aparência representam a maior parte das despesas dos jovens. Pesquisa realizada pela TNS Research indicou que apenas roupas e acessórios levam R$ 65 por mês da mesada dos meninos e R$ 69 das meninas com idade entre 12 e 19 anos. Nas classes A e B, esse gasto mensal pode chegar a R$ 87.

Já as despesas dessa parcela da população com saúde e beleza, restaurantes fast food e diversão ficam, em média, R$ 34 – para cada uma delas. Já o transporte público consome, por mês, R$ 33, e com o celular eles gastam R$ 25.

O estudo afirma ainda que os jovens são cada vez menos influenciados pela propaganda e mais pela opinião de amigos e comunidades virtuais. Tomam decisões de compra tanto para itens de uso próprio como influenciam os pais na compra de produtos para casa – a exceção fica por conta de artigos de higiene básica, como sabonete, xampu ou pasta de dente.

Para o diretor comercial da TNS Research no Brasil, Jorge Kodja, o maior desafio para as empresas é entender o que agrada à nova geração de consumidores. “A regra número 1 do marketing para esse segmento é reconhecer a efemeridade de seu comportamento. Adolescente é imediatista, inconstante e levado pelas circunstâncias. Além disso, não gosta de ser estereotipado”, frisa Kodja.

Itens tecnológicos
No Brasil, o celular está nas mãos de oito em cada dez adolescentes, de acordo com a pesquisa, e continua aparecendo em primeiro lugar como o item tecnológico mais desejado. “Enviar SMS, tirar foto e ouvir música são as funções mais utilizadas por esse público. Apenas 4% utilizam o aparelho como forma de mídia para se atualizar com o que acontece no mundo”, acrescenta o estudo.

A pesquisa foi realizada em 24 países. No Brasil, foram entrevistados 1,5 mil adolescentes entre 12 e 19 anos das classes A, B, C e D, de nove regiões metropolitanas.
 

Leia Também