Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

DEPOIMENTO

Jovem se liberta do vício e fala sobre o drama das drogas

31 JAN 2011Por karine cortez00h:02

“Por conta das drogas virei mendigo, conheci o mundo do crime e passei a me relacionar com pessoas muito perigosas, inclusive, com integrantes de facções criminosas”, disse o jovem A. M, 19 anos. Mas, essa declaração faz parte do passado de um menino que foi dependente químico dos 12 anos aos 17 anos e conseguiu se recuperar graças ao tratamento recebido na Comunidade Terapêutica Recomeçando, aliado ao apoio dos pais que mesmo em situações extremas não o abandonaram. Hoje, o rapaz trabalha como atendente num hotel de grande porte, com o salário paga a faculdade de Recursos Humanos, adquiriu o veículo próprio e ajuda no sustento da casa.

“Minha mãe foi acometida pelo câncer e eu sei que, em partes, fui responsável pela doença que a levou de mim. Meu pai, arriscou a própria vida, por várias vezes, indo me procurar em boca-de-fumo e em praças onde existiam muitos marginais. Hoje tenho consciência de que a droga só me fez mal, trouxe perdas e nada de ganhos”, contou o rapaz. A. M. revelou que a primeira droga que usou foi a maconha, partindo para haxixe, pasta base de cocaína e crack. “Quando parti para a pasta base e o crack que me afundei de vez”, lamentou.

Leia mais no Correio do Estado

Leia Também