Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Jovem morreu há um mês ao ser atingida por veículo que participava de disputa

31 JUL 10 - 16h:44
anahi zurutuza e Silvia Tada

Mayana de Almeida Duarte, 23 anos, morreu no dia 25 de junho deste ano, dez dias depois que sofreu acidente na Avenida Afonso Pena com a  Rua José Antônio, em Campo Grande. A jovem conduzia um veículo Celta que foi atingido por um Vectra, conduzido pelo estudante Anderson de Souza Moreno, 19 anos. A suspeita é de que ele participava de um “racha” com um Uno, conduzido pelo vendedor Willian Jhonny de Souza Ferreira, 25 anos.
O pai da jovem, Marco Aurélio Duarte, aguarda a conclusão das investigações conduzidas pela 1ª Delegacia de Polícia. Para ele, não é surpresa a informação de que pessoas apostam corridas na principal avenida da cidade. “Isso não pode continuar. É uma coisa muito perigosa”, alertou.
Os carros envolvidos no acidente de Mayana supostamente participavam de uma disputa e seguiam no sentido shopping-centro, quando o Vectra colidiu com a porta do motorista do Celta, ferindo gravemente a jovem.
Com o impacto, os dois carros pararam no canteiro central da Afonso Pena, próximo ao Obelisco. O Celta parou a 45 metros do local da batida e o Vectra a 25. Os veículos destruíram um banco de concreto que fica no canteiro e diversas marcas de frenagem ficaram no asfalto. Testemunhas afirmam que Anderson trafegava em alta velocidade.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Considerada cidade do algodão, Chapadão do Sul comemora 32 anos de emancipação
FELIZ ANIVERSÁRIO

Considerada cidade do algodão, Chapadão do Sul comemora 32 anos de emancipação

Diretor de presídio federal diz que Name não precisa de ajuda
CRIME ORGANIZADO

Diretor de presídio diz que Name não precisa de ajuda

STF retoma julgamento sobre prisão após condenação em 2ª instância
BRASÍLIA

STF retoma julgamento sobre prisão após condenação em 2ª instância

Deputados cobram vistoria <br>contra incêndio em hospitais
RISCOS

Deputados cobram vistoria contra incêndio em hospitais

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião