Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

EM UNIVERSIDADE

Jovem morre após sofrer parada cardíaca; Samu teria demorado

Jovem morre após sofrer parada cardíaca; Samu teria demorado
19/03/2014 11:00 - VÂNYA SANTOS E DANIELLA ARRUDA


A acadêmica do curso de Arquitetura e Urbanismo da Uniderp/Anhanguera, Alana Cristina dos Santos, de 18 anos, morreu na sala de aula após sofrer uma parada cardíaca. O fato ocorreu na manhã desta quarta-feira (19), na unidade matriz da instituição, que fica na Rua Ceará, em Campo Grande.

Segundo informações, duas viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionadas, sendo uma unidade avançada e outra de suporte. No entanto, o socorro teria demorado cerca de 40 minutos para chegar até o local.

O corpo de Alana foi levado para o necrotério da Unidade de Pronto Atendimento do Bairro Tiradentes, onde amigos, irmãos da igreja e familiares aguardam a liberação para o velório.

De acordo com colegas do curso, as aulas começaram há um mês e Alana vinha se queixando de dores no peito.

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) ainda não se pronunciou sobre o caso.

Já a universidade divulgou nota oficial lamentando o caso e garantindo que todos os procedimentos de pronto atendimento e socorro foram tomados de imediato e que aluna morreu em decorrência de mal súbito.

A Uniderp/Anhanguera comunicou ainda que está prestando apoio à família. Por fim, decretou luto de três dias, sem suspensão das aulas.

Matéria editada às 11h50min para acréscimo de informações

Felpuda


A tal estratégia de jogar informações nas redes sociais com objetivo de prejudicar adversários está começando a gerar reações. Uma dessas figurinhas vai ter de explicar, na Justiça, o por quê de postagem trazendo suspeitas pesadas contra cabeça coroada, que não gostou nadica de nada de ver o seu nome sendo usado como “bucha de canhão” para fins eleitoreiros. Vem chumbo grosso por aí! E sai debaixo!...