Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Jovem é estuprada em festa rave no campus da Ufes, diz polícia

Jovem é estuprada em festa rave no campus da Ufes, diz polícia
09/09/2012 01:00 - terra


Uma estudante de 19 anos afirma que foi estuprada por um rapaz durante uma festa de música eletrônica que acontecia no campus da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), em Vitória, na madrugada deste sábado. De acordo com o depoimento dela à polícia, o suspeito, de 18 anos, a ameaçou com uma arma e levou para um local ermo.

A jovem, que não é aluna da instituição, disse que tinha ido ao banheiro com um amigo, quando três homens os abordaram. Dois deles seguraram o colega da vítima. O delegado Altair Ferreira da Silva, responsável pelas investigações, conta que vigilantes da Ufes flagraram a cena.

Os seguranças detiveram o rapaz, que não reagiu, pois a sua arma estava sem munição. O suspeito e a estudante foram levados ao Departamento de Policia Judiciária (DPJ) da capital. Os outros envolvidos não foram localizados.

Na delegacia, a jovem fez exame de perícia que comprovou ato sexual. Marcílio Silva de Jesus foi preso em flagrante por suspeita de estupro e posse ilegal de arma e encaminhado ao Centro de Detenção Provisório de Viana. Ele alega que o sexo foi consensual.

O delegado explica que a jovem não sabia o sobrenome, nem o endereço do amigo, identificado apenas como Eric, e que ele seria testemunha fundamental. Altair Ferreira afirma, no entanto, que as evidências, como o exame e a arma de fogo, comprovam que realmente houve estupro.

A assessoria de imprensa da Ufes não atendeu a reportagem.
 

Felpuda


Apesar de ainda fazer certo charme no estilo “se chamar, vou pensar” é praticamente certo que ex-candidato ao governo do Estado nas eleições passadas não participará da disputa pela Prefeitura de Campo Grande. Nos meios políticos é falado que não se trata de “novidade” e que não haverá mais cavalo encilhado passando na sua frente. Ele ainda insinua que poderá voltar em 2022, mas há quem diga que não precisará pensar, pois faltará a tal da “chamada”.