sexta, 20 de julho de 2018

Jovem é assassinado e cadeirante ferido no pé por bala “perdida”

20 SET 2010Por 20h:15

Fábio Dorta, Dourados
e Silvia Tada

Silvano da Silva Barros, 26 anos, conhecido como Polaco, foi assassinado na noite de anteontem, em uma distribuidora de bebidas, na periferia de Dourados. Ele levou quatro tiros – três na cabeça e um nas costas. Um cadeirante que estava no local foi ferido com um tiro no pé, mas não corre risco de morte. O autor do crime está foragido.
De acordo com os registros do 1º Distrito Policial, Silvano chegou por volta das 21h à distribuidora Ki-Bom, localizada na Rua Manoel Santiago, Jardim dos Estados. Ele bebia cerveja quando chegou ao local, de bicicleta, um homem identificado como Delei, que sacou de um revólver e efetuou disparos.
Quatro tiros atingiram Silvano, que morreu na hora. Uma bala ‘perdida’ acertou o pé direito do deficiente físico José Gonzaga, que estava em uma cadeira de rodas. Depois de atirar, Delei fugiu. Gonzaga foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e encaminhado ao Hospital da Vida.
A Polícia Militar foi acionada e fez rondas na região,  mas não conseguiu localizar o criminoso. O homicídio será investigado no 2º Distrito Policial. Até o final da tarde de ontem não havia pistas do paradeiro de Delei.

Indígenas
Em Brasilândia, briga na Aldeia Ofaié terminou com a morte de Pedrinho Isnarde,  37 anos. O crime aconteceu por volta das 22h de sábado, conforme boletim de ocorrência, e teria sido cometido por João Carlos de Souza.
O homicídio foi cometido a golpes de faca, facão e pedaço de madeira, após discussão entre os envolvidos. Policiais militares da perícia de Três Lagoas estiveram no local.

Leia Também