Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

José Orcírio diz que agenda com Delcídio “só na campanha“

José Orcírio diz que agenda com Delcídio “só na campanha“
18/03/2010 08:01 -


O ex-governador José Orcírio Miranda dos Santos disse ontem que pretende cumprir agenda conjunta com o senador Delcídio do Amaral Gomez só a partir do período da campanha eleitoral, que começa oficialmente no dia 6 de julho, segundo determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Essa disposição contraria o Diretório Regional do PT, que vai cobrar do ex-governador a participação dele com Delcídio, a partir de abril, em encontros para fortalecer a chapa majoritária. Orcírio defendeu ontem, que, por enquanto, “cada um faz a sua agenda” e “só na campanha” pretende acompanhar o senador. “Ele (Delcídio) precisa cuidar da agenda de senador. Enquanto isso, continuo minha agenda de précandidato ao governo. Acho melhor assim”, afirmou. Embora, dizendo ser “melhor ainda” a possibilidade de antecipar para o mês que vem a agenda dele com Delcídio, o ex-governador considera que a agenda parlamentar do senador deve ser prioridade. “O Delcídio cumprindo bem o mandato reforça a reeleição dele e a minha candidatura”, explicou Orcírio. Ontem, por telefone, o exgovernador informou estar em São Paulo (SP) conversando com lideranças. Disse que no dia anterior esteve em Brasília e falou com “muita gente”, mas não quis citar nomes por “estratégia política”. Orcírio contou ter tentado falar com a ministra-chefe da Casa Civil e pré-candidata petista à sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma Rousseff, mas sem sucesso. “Ela estava muito ocupada e não pôde me atender.” O ex-governador retorna hoje a Campo Grande, mas não vai participar da abertura da 72ª Exposição Agropecuária (Expogrande), com a presença de Dilma Rousseff, às 18 horas, no Parque de Exposições Laucídio Coelho. “Não quero causar constrangimento a ninguém”, justificou, evidenciando o interesse de não forçar sua presença em evento no qual estará presente o governador André Puccinelli (PMDB), seu principal adversário nas eleições deste ano. José Orcírio contou que continuará cumprindo agenda pré-eleitoral sozinho. A partir de hoje, ele estará no interior participando de reuniões políticas nas cidades de Nova Andradina, Ivinhema, Taquarussu, Angélica e Fátima do Sul. Cobrança petista Contrária à posição de Orcírio, a Executiva Estadual do PT vai se reunir na próxima terça-feira para cobrar a presença do ex-governador em agenda conjunta com o senador Delcídio do Amaral, a partir de abril. Conforme o presidente regional do PT, Marcus Garcia, o encontro foi marcado, a pedido da Executiva, para as 14 horas, no escritório de Orcírio. “Vamos cobrar do Zeca (Orcírio) que acompanhe a agenda com o senador Delcídio”, afirmou Marcus Garcia, eleito justamente em nome do consenso dos grupos de Orcírio e Delcídio. “Até agora, o senador não colocou nenhuma dificuldade sobre essa agenda e vamos cobrar do Zeca essa mesma posição”, reforçou. O dirigente partidário disse que a Executiva falará também com Orcírio sobre alianças, a vicegovernadoria e o convite do PDT à sua esposa, Gilda dos Santos (PT), para ser suplente da candidatura do deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT). Antes, a Executiva do PT pretende conversar com Delcídio. “Estamos agendando o encontro com o senador para sexta-feira”, adiantou. “Vamos falar também sobre alianças, a suplência do senador e a agenda conjunta”. Conforme o presidente do PT, o Grupo de Trabalho Eleitoral (GTE) do partido apresentará na segunda-feira o cronograma para a construção do programa de governo, “que deverá ser cumprido em encontros com a presença dos dois e deputados, legitimando a chapa”.

Felpuda


Dois pedidos de desculpas, de autorias diferentes, foram assuntos muito comentados nas redes sociais com críticas ácidas às suas declarações, até porque os envolvidos não só os usaram despropositadamente, como tiveram de voltar a eles para se redimirem. Um deles, inclusive, quase criou uma crise política da-que-las, o que obrigou seu pai, figurinha carimbada, a pular miúdo para colocar panos quentes sobre a questão. Essa gente!...